Coloração da água irrita moradores no final de semana

Os problemas com a coloração da água em vários bairros de Brusque surgiram aos montes neste final de semana. Situações assim foram enviadas à Rádio Cidade de moradores do Dom Joaquim, Rio Branco e Guarani.

No Rio Branco, por exemplo, moradora enviou fotos de um copo com a água em tom amarelo escuro. A cor se assemelha a um recipiente com gasolina. Segundo ela, a região ficou sem abastecimento por várias horas e no retorno do líquido às torneiras ela estava suja.

O diretor-presidente do Samae, Luciano Camargo, afirma que isso ocorreu por conta de reparos realizados pelas equipes em algumas regiões. O abastecimento precisou ser interrompido para a execução dos serviços e, na volta, a sujeira da tubulação foi para as torneiras. O processo é inevitável, disse ele.

“Não adianta eu vir aqui e dizer que isso não vai mais acontecer, porque vai. Para resolvermos determinado problema, precisamos mexer na tubulação. E é uma tubulação antiga”, destacou.

Demora no atendimento telefônico

Outra reclamação a comunidade é da demora no atendimento telefônico feito ao Samae nos finais de semana. A moradora do Rio Branco disse que fez nove ligações à autarquia e nenhuma foi atendida.

Segundo Camargo, o problema está na quantidade de pessoas que está disponível no momento para trabalhar no plantão. Há apenas um servidor, que precisa monitorar a situação da água e, ao mesmo tempo, atender os chamados na central de telefone, já que uma equipe fica na rua.

Luciano afirmou que já está verificando uma maneira de mudar isso e colocar mais pessoas nesta função.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões