Laboratório de Blumenau é notificado por anunciar venda de vacina

Um laboratório de Blumenau anunciou a venda da Covaxin, vacina indiana contra Covid-19, para abril deste ano. Porém, o imunizante ainda não passou pela fase 3 dos testes no Brasil e não está aprovado pela Anvisa. Mesmo assim, a empresa está criando um cadastro, via whatsapp, para os interessados em adquirir a vacina e publicou em suas redes um anúncio com a foto de um frasco do imunizante.

Após ter conhecimento sobre o caso, o Procon/SC notificou nesta quinta-feira, 11, o laboratório para que retire de suas redes sociais o anúncio da venda do imunizante sob pena de sofrer sanções administrativas.

O órgão argumenta que o anúncio fere o Código de Defesa do Consumidor, oferecendo um produto que ainda não existe, caracterizando propaganda enganosa.

“Esta empresa não pode oferecer uma vacina que se quer foi autorizada pela Anvisa, o que, além de tudo, induz o consumidor ao erro”, explica o diretor do órgão estadual, Tiago Silva.

Fonte secom

Dúvidas ou Sugestões