Procon tomará providências sobre fiações irregulares de empresas de TV e Internet

Na manhã desta terça-feira (9) a Rádio Cidade recebeu em seus estúdios o diretor do Procon de Brusque, Volnei Montibeller. Ele foi o entrevistado do Rádio Revista Cidade.

Montibeller falou sobre a reunião do órgão com as operadoras de telefonia no município. De acordo com ele, apenas uma empresa esteve ausente no encontro, que foi produtivo e onde se pôde descobrir novos fatos como a presença de empresas clandestinas em Brusque. “Na parte de fiação, as empresas que temos ciência estão fazendo os reparos dentro do prazo estipulado, de 48 horas. Nosso problema maior é essas cinco ou seis empresas de TV e Internet que estão usando os postes e não estão pagando o aluguel para a Celesc. Amanhã teremos uma reunião com o procurador para tomarmos providências”, revelou.

Empresas irregulares

O diretor do Procon disse que as empresas irregulares trabalham justamente nos dias em que não é permitido: dias de chuva, finais de semana e madrugada. Essas companhias clandestinas não identificam seus cabos e colocam fios em todas as ruas. Caso de uma empresa de internet de Botuverá, que tem licença para colocar os equipamentos em apenas uma rua do município, porém, colocou em todas as ruas da cidade, inclusive, chegando à Brusque. “Eles não tem autorização. Se houver algum problema, essas empresas não irão realizar consertos por causa da fiscalização”, advertiu.

Montibeller explicou que a Celesc avisa as operadoras sobre consertos ou trocas de poste com 15 dias de antecedência. Falou também sobre o excesso de fios enroscados nos postes, assunto que considera complexo. “Existe uma lei que diz que a concessionária deve fiscalizar, no caso a Celesc, que cobra aluguel de cada poste. Depois, veio uma lei que diz que cabe ao Procon e ao Ibplan. Então, fica nesse impasse. Quem fiscaliza é a comunidade e o Procon”, disse.

Existe também um limite entre a fiação dessas empresas de telefonia com a fiação da iluminação pública. Porém, quase não há mais espaço para posicionar os fios da maneira correta. “Quando os fios arrebentam, a fibra, por exemplo, é muito mais trabalhoso para eles tirarem. Eles não costumam tirar os cabos velhos, lançam um novo e a coisa foge do controle. Há muito fio ocioso, que não tem mais utilidade”, reconheceu o Diretor do Procon.

Os fios que não tem mais utilidade geralmente são os metálicos, já que as operadoras hoje utilizam fibras. Além da poluição visual, há cabos soltos pelas ruas, colocando os pedestres em perigo. Como é difícil fiscalizar tudo, há grupos de WhatsApp com moradores e a Guarda de Trânsito de Brusque (GTB), que auxiliam com denúncias e fotos. “Precisamos do auxílio da comunidade. É impossível fiscalizar tudo sozinhos”, afirmou Montibeller.

Ele disse que chegou a sugerir em 2018 em uma reunião com o Ibplan que as fiações de loteamentos e condomínios novos sejam subterrâneas. “Não sei exatamente qual a dificuldade para o município fazer isso, mas se tivéssemos feito há uns 10 anos atrás, hoje teríamos talvez esse problema resolvido em um 70%, essa sujeira, essa população visual. As próprias operadoras dizem que é melhor, que é mais difícil de romper um fio”, propôs.

Companhias no topo do ranking das reclamações

Montibeller contou que as telefonias estão no topo do ranking de mais queixas recebidas pelos consumidores, seguidas pelos bancos. “É proporcional a quantidade de clientes que a instituição tem. O índice e o tempo de resolução dos casos são altos. Final de 2020 foram quase R$ 400 mil em multas”.

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Suspeito de integrar organização criminosa voltada à lavagem de capitais é preso

A Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal prenderam na tarde desta quarta-feira (17) em Joinville um homem suspeito de integrar uma organização criminosa especializada em lavagem de capitais decorrente de fraudes no sistema financeiro. A investigação foi realizada pela Polícia Civil de São Paulo, através da SIG de Mogi das Cruzes, que com agentes da Polícia Civil do Espírito Santo deflagraram uma...
Continuar lendo...

Brusque perde mais uma pessoa por Coronavírus

A Vigilância em Saúde informou nesta quinta-feira (25) mais um óbito relacionado ao Coronavírus, na cidade de Brusque (SC). O 176º óbito trata-se de uma mulher, de 60 anos, moradora do bairro Steffen. Os primeiros sintomas foram no dia 12 de fevereiro. No dia 21 de março ela passou pelo CT e foi internada no Azambuja, vindo a óbito nesta quinta-feira (25). Desde o início da pandemia são 176 perdas. Denúncias sobre...
Continuar lendo...

Semana começa e segue com tempo instável na região

O tempo continua instável na região de Brusque neste começo de semana. De acordo com informações d Epagri/Ciam, a segunda-feira (1) será de pancadas de chuva de forma isolada. A previsão aponta temperatura mínima na casa dos 20º e a máxima em 28º. O tempo de instabilidade prossegue até, no mínimo, na quinta-feira (4). Sol pela manhã e pancadas de chuva de forma moderada deve ser o cenário na...
Continuar lendo...