Fecam demite 10 funcionários e incorpora políticos em seus lugares

O presidente da Federação Catarinense dos Municípios de Santa Catarina (Fecam) Cleiton Pereira, surpreendeu aos membros da entidade na semana passada ao demitir dez funcionários que trabalhavam na área técnica da entidade. Os motivos para tomada desta decisão não foram prestados. Os colaboradores demitidos trabalhavam na entidade já entre 8 e 13 anos.

A comunicação da demissão dos 10 funcionários foi feita através de um Comunicado Interno, CI, por um escritório de advocacia contratado pela Federação. O que chamou a atenção é o fato de que estas demissões não foram informadas aos prefeitos membros do Conselho executivos. Além destes funcionários também existe a possibilidade de outros três funcionários que se encontram de atestado e férias também serão demitidos nos próximos dias.

Informações internas indicam que a decisão do presidente Clenilton Pereira, não foi isolada e que contou com o apoio da ex-prefeita de São Cristóvão do Sul, Sisi Blind, que foi inserida a diretoria executiva, bem como do ex-prefeito de Rio do Sul e ex-deputado estadual, Jailson Lima da Silva, que entrou na entidade em 2020 como assessor na área de saúde.

As demissões deixaram algo claro, políticos ocupando cargos de profissionais técnicos, pois também existe a articulação para que mais dois ex-prefeitos como o ex-candidato a vice-prefeito em Joinville, Rodrigo Fachini, que virou assessor especial de Clenilton na FECAM, um cargo não existente, mas que foi criado para acomodá-lo.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões