Zerar fila de espera - INSS terá novos prazos para analisar benefícios

O Supremo Tribunal Federal (STF) homologou, por unanimidade, um acordo que estabelece novos prazos, de 30 a 90 dias, para que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) analise pedidos de benefícios assistenciais, com o objetivo de zerar a fila de espera. O INSS tem seis meses para se adaptar às novas regras.

A decisão foi tomada em sessão plenária virtual encerrada às 23h59 de sexta-feira (5). 
Pelo acordo, que vale por dois anos, foi estabelecido também prazo máximo de 45 dias para a realização de perícia médica e de avaliação social no caso dos benefícios que exijam os procedimentos (tal prazo sobe para 90 dias em locais de difícil provimento).

Se houver descumprimento de qualquer dos prazos previstos no acordo, uma Central Unificada de Cumprimento Emergencial de Prazos, formada por membros de INSS, Ministério Público Federal (MPF) e Defensoria Pública da União (DPU), entre outros órgãos, deve dar uma solução para o requerimento do benefício em no máximo dez dias.
Os termos do acordo foram alcançados no ano passado numa negociação envolvendo o Ministério Público Federal (MPF), a Advocacia-Geral da União (AGU) e o próprio INSS. A iniciativa partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR), que propôs a conciliação em um recurso que tramitava no Supremo, sob a relatoria de Moraes.

Confira abaixo os prazos para o INSS concluir a análise da concessão de auxílios e benefícios:

- Benefício assistencial à pessoa com deficiência – 90 dias

- Benefício assistencial ao idoso - 90 dias

- Aposentadorias, salvo por invalidez - 90 dias

- Aposentadoria por invalidez comum e acidentária (aposentadoria por incapacidade permanente) - 45 dias

- Salário maternidade - 30 dias

- Pensão por morte - 60 dias

- Auxílio reclusão - 60 dias

- Auxílio doença comum e por acidente do trabalho (auxílio temporário por incapacidade) - 45 dias

- Auxílio acidente 60 dias

Dúvidas ou Sugestões

Vereadores de Guabiruba acompanham sessão da Câmara de Botuverá

Na noite de terça-feira, 16, o vereador Cristiano Kormann, presidente da Câmara Municipal de Guabiruba, juntamente com o colega vereador Waldemiro Dalbosco, estiveram participando de uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Botuverá. O objetivo é estreitar os lanças de companheirismo e acompanhar a dinâmica de funcionamento do legislativo da cidade vizinha. Aproveitando que a sessão em Guabiruba de forma excepcional...
Continuar lendo...

Guabiruba registra 16 novos casos de Covid-19

A Prefeitura de Guabiruba informa o Boletim Epidemiológico desta quarta-feira, 03 de março de 2021: Dezesseis novos casos foram confirmados por teste Antígeno e em laboratório particular, sendo oito mulheres e oito homens. Ao total, Guabiruba registra 2838 casos de Covid-19, destes, 2708 estão recuperados e 105 estão ainda ativos. O Centro de Triagem não detectou novos suspeitos, pois agora os resultados dos testes saem na hora. No total...
Continuar lendo...

Covid-19 - Governo anuncia restrições em praias, casas noturnas e ônibus

O Governo do Estado anunciou nesta quarta-feira, 24, novas medidas de enfrentamento à Covid-19 em Santa Catarina. Os protocolos de saúde, previstos em decreto, têm o objetivo de desacelerar a curva de contágio da doença em um momento de alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI no Estado. As medidas entram em vigor nesta quinta-feira, 25, e valem por 15 dias. Conforme o Decreto No 1.168, as novas medidas levam em...
Continuar lendo...