Bolsonaro convoca reunião para discutir preço dos combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (4) que convocou uma reunião com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e pelo menos três ministros para discutir o preço dos combustíveis, em Brasília. 

"Hoje (05) vou ter uma reunião envolvendo o ministro da Infraestrutura [Tarcísio Gomes de Freitas], da Economia [Paulo Guedes], das Minas e Energia [Bento Albuquerque] e o presidente da Petrobras para falar de combustível", disse Bolsonaro durante sua live semanal transmitida nas redes sociais.

Desde o início do ano, a Petrobras reajustou duas vezes o preço da gasolina e uma vez o preço do diesel. No caso da gasolina, a alta acumulada nas refinarias foi de cerca de 13%, enquanto o óleo diesel teve aumento de 4,4%.  

"Ninguém está interferindo na Petrobras, mas você tem que saber qual é a composição final no preço do diesel", acrescentou o presidente, que demonstrou preocupação com o aumento do combustível, principalmente em decorrência dos impactos no transporte de cargas, que afetam os caminhoneiros. A categoria chegou a se movimentar para uma nova paralisação nacional esta semana, mas o movimento não chegou a se consolidar.

Segundo Bolsonaro, a questão do preço dos combustíveis será tratado de forma pública. Para o presidente, é preciso esclarecer porque o valor está no patamar atual. "Estava previsto que iriam dar um novo reajuste em cima do combustível. É justo ou não é? Dizem que a Petrobras está tendo prejuízo, então o presidente da Petrobras vai dizer amanhã aos senhores, porque é obrigação dele, qual é o prejuízo, porque o preço do combustível no Brasil é esse", afirmou.

Desde 2016, a Petrobras segue uma política de variação do preço dos combustíveis que acompanha a valorização do dólar e a cotação do petróleo no mercado internacional. Os reajustes são realizados de forma periódica. Na composição do preço final do diesel, por exemplo, cerca de 9% são impostos federais (PIS/Pasep e Cofins) e 14% são de ICMS, um imposto estadual. Os demais custos, de acordo com dados da própria Petrobras, são distribuição e revenda (16%), custo do biodiesel (14%) e realização da estatal (47%). 

Durante a live, Bolsonaro defendeu uma mudança no atual modelo de cobrança do ICMS pelos estados. O imposto é uma alíquota (percentual) que varia de estado para estado e incide sobre o preço médio nas bombas. No caso dos impostos federais (PIS/Cofins e Cide), a cobrança é um valor fixo por litro.  "O que nós queremos, gostaríamos que fosse feito, é que o Congresso votasse, aprovasse uma lei dizendo que o ICMS vai incidir sobre o preço do óleo diesel na refinaria ou que tenha um preço fixo, como a Cide", argumentou.

Anvisa

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, também participou da live a convite de Bolsonaro e comentou sobre a decisão da agência de retirar obrigação de fase 3 no Brasil para autorização de uso emergencial de vacinas no país. Segundo Torres, novas flexibilizações poderão ser adotas para ampliar a oferta de imunizantes contra a covid-19, desde que garantam segurança e eficácia dos produtos.

"O limite para flexibilizar é o limite da segurança, da qualidade e da eficácia. Podemos sim reduzir uma série de procedimentos regulatórios, torná-los mais enxutos, mais ágeis, mas nunca abrindo mão da segurança".

 

Fonte: Agênia Brasil

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Suspeito de estupro, homem estava com arranhões e marcas pelo corpo

Um homem foi preso pela Polícia Militar de Brusque por suspeita de estupro. Ele teria cometido crime na madrugada de sábado (1), no bairro Limeira Baixa, em Brusque. O estupro teria ocorrido por volta de 3h40. A vítima, uma mulher, não soube informar as características do autor. Com base nas informações repassadas pela vítima, a PM iniciou as buscas. Ele estaria utilizando um veículo Palio, de cor prata. Ontem, por volta das...
Continuar lendo...

Boletim indica aumento de 55 contaminações pelo coronavírus, em Brusque

Chegam a 24.206 os casos confirmados de Covid-19 em Brusque desde o início da pandemia do novo coronavírus. É o que demonstra o boletim epidemiológico divulgado na tarde deste domingo (30), pela Diretoria de Vigilância em Saúde. Nas últimas 24 horas, foram notificadas 55 novas ocorrências da doença no município. Os recuperados somam 23.176 pessoas. Há 778 casos ativos e 05 em investigação. A cidade tem,...
Continuar lendo...

Guabiruba confirma mais um caso de covid-19

A Prefeitura de Guabiruba informou o Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (22). Foi confirmado um novo, sendo uma mulher.  Ao total, Guabiruba registra 4212 casos de Covid-19, destes, 4152 estão recuperados e 13 estão ainda ativos. O Centro de Triagem detectou 13 pessoas suspeitas que estão esperando o resultado do teste. Guabiruba possui três cidadãos internados na enfermaria.  Até agora, Guabiruba possui 47 óbitos pelo...
Continuar lendo...