“Queremos oferecer dignidade às pessoas”, diz secretário de Desenvolvimento Social

Na manhã desta terça-feira (2), o secretário de Desenvolvimento Social de Brusque, Jocimar dos Santos de Lima, concedeu entrevista à Rádio Cidade, no Rádio Revista Cidade. Em pauta, as ações da pasta no início de governo.

Início na secretaria e orçamento

Prestes a completar um mês à frente da secretaria, Jocimar disse que se preparou para conhecer os servidores, estrutura e orçamento. “Tive o cuidado de visitar os colaboradores. Conversei com todos, conheci a necessidade e a vontade de cada um trabalhar em seu setor. Tomamos conhecimento de todas as situações, das ações ao orçamento”, indicando que foi realizado um diagnóstico sobre as necessidades da pasta.

O secretário afirmou que tem experiência na área, já que trabalhou na Secretaria de Habitação do município de Jaraguá do Sul. “Venho como técnico para fazer gestão e atender bem a população”.

De acordo com ele, o orçamento da pasta é de R$ 11 milhões, porém, com a obtenção de recursos federais, esse valor pode ultrapassar a casa dos R$ 15 milhões. Para Jocimar, esses números ainda não são suficientes para atender as demandas da secretaria. “Temos um orçamento no limite. Se ocorrer, por exemplo, algum evento que tivermos que abrigar uma família, fazer uma suplementação”, revelou.

Moradores de rua

Outro tema abordado na entrevista foi a questão das pessoas em situação de rua e imigrantes. Conforme o secretário, o albergue da cidade acolhe essas pessoas por um período. Ele disse que uma de suas primeiras ações no comando da pasta foi montar equipes com profissionais qualificados para atender essa questão. “Há uma equipe que trabalha das 8 às 20h, e outra que trabalha das 20h às 8h. Qualquer momento que houver uma denúncia, esses profissionais irão realizar a abordagem. Queremos oferecer um pouco de dignidade para essas pessoas”, analisou.

Jocimar dos Santos de Lima afirmou que os moradores de rua acolhidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social passam por uma triagem, onde são colhidas informações sobre a pessoa. “Após essa consulta, oferecemos um local para a pessoa poder tomar banho, até roupa temos para oferecer se for o caso. Iremos encaminhar essas pessoas para o mercado de trabalho, em parceria com o Sine (Sistema Nacional de Empregos).”

O albergue que abriga essas pessoas oferece refeições e lugares para dormir. Porém, a estadia é de no máximo dois meses. Nesse prazo, a pessoa tem que buscar melhorias em sua vida, como um emprego, por exemplo. “Se a pessoa não conseguir e vermos que ela não está se esforçando para conseguir, já sabemos sua cidade de origem através da triagem. Serão encaminhadas para lá, mandadas de volta”, afirmou o secretário.

Ele também revelou que serão realizadas campanhas contra a doação de esmolas. “Peço à população que não dê. Com isso, estamos fomentando que a pessoa fique nessa situação. No albergue, ela tem lugar para dormir e comer, não está totalmente desamparada. Se encontrar alguém nessa situação, ligue para a secretaria e nossa equipe irá abordar essas pessoas para auxiliá-las e encaminhar para o mercado de trabalho”, defendeu.
 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Brusque recebe mais 1.170 doses da vacina CoronaVac

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde, informa que recebeu na tarde desta quinta-feira (4) mais 1.170 doses da vacina CoronaVac. As doses estão armazenadas no Batalhão da Polícia Militar, no bairro Santa Terezinha.  O município já havia recebido 1.096 unidades desta vacina. De modo que o estoque que chegou agora será utilizado para aplicação da segunda dose em profissionais de saúde (linha de frente...
Continuar lendo...

FCFS propõe retorno do Futsal profissional em Brusque

O presidente da Federação Catarinense de Futebol de Salão, Márcio Leandro D’Avila, esteve em Brusque na última semana para uma visita à Fundação Municipal de Esportes de Brusque (FME). No encontro com o diretor-geral da FME Brusque, Edson Garcia, foi debatida a parceria entre as duas instituições. Garcia falou sobre a visita. “Ele esteve aqui conhecendo toda a estrutura e aproveitou a visita para debater alguns...
Continuar lendo...

Deputado leva pedaço de asfalto para a Alesc e aponta abandono das rodovias de SC

A proposta do governador do Estado, Carlos Moisés, de injetar dinheiro estadual, da ordem de R$ 200  milhões, para  acelerar a duplicação da BR-470 , uma rodovia federal no Vale do Itajaí , além da recuperação da BR- 163, no Oeste, continua rendendo debates na Assembleia Legislativa. O deputado Ivan Naatz, líder da oposição e da bancada do PL, voltou a criticar a iniciativa e disse que ninguém...
Continuar lendo...