(VÍDEO) Vítima foi morta com duas facadas e enquanto dormia

A Polícia Civil, através do delegado titular da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Brusque, Matusalém Júnior de Moraes Machado, atualizou nesta sexta-feira (8) as informações do trabalho de investigação do feminicídio ocorrido em Brusque, no dia 30 de dezembro de 2020. O crime vitimou Rosangela Aparecida de Oliveira, 34 anos.

Conforme o delegado, não restam dúvidas que autor dos fatos, seja o ex-namorado da vítima, que permanece preso na Unidade Prisional Avançada (UPA).

 “Tivemos testemunha presencial no dia do crime, o filho da vítima. Também tivemos imagens do suspeito chegando e saindo da residência da Rosângela. Ele deve ter ficado em torno de cinco minutos dentro da casa”, explicou.

Matusalém ressaltou que um dos passos da investigação foi com base no que disse o suspeito. “Ele negou o crime. Disse que nem sabia que ela tinha morrido. Foi bastante frio no depoimento e disse que estava em uma outra cidade, em uma confraternização de um time de rugby, em São João Batista. Fomos atrás e isso não se confirmou. O time existe sim, ele chegou a jogar antigamente, mas fazia um ano que os demais integrantes não o encontravam. Obtivemos, também, imagens de uma casa noturna que mostram que ele esteve lá no dia do crime, na madrugada, assim como a vítima que também estava. Então, podemos afirmar que ele mentiu no depoimento”, relatou.

Incêndio na casa do suspeito

No mesmo dia do crime, ainda na madrugada, a casa do suspeito foi consumida pelo fogo. O delegado diz que não foi possível confirmar a informação de que Rosângela teria sido responsável pelo incêndio.

 “Conseguimos imagens do veículo dela se aproximando da casa dele, por volta 4h45, e permanecendo lá por cerca de 23 minutos. Depois sai, mas não foi possível ver quem estava dirigindo”.

Matusalém é claro, e conforme ele, mesmo que isso tivesse acontecido, uma situação não justifica a outra. “A questão de ela ter colocado ou não fogo na casa dele não é relevante para produzir a prova do crime. Estamos investigando o feminicídio, mesmo que eventualmente a vítima tenha colocado fogo na casa, jamais isso justificaria a atitude dele”, completou o delegado.

Histórico de agressão

Outro fator levado em consideração são os relatos de testemunhas de que as agressões eram frequentes, a última poucos dias antes do crime.

"No dia 21 de dezembro, depois deles terem parado em um posto de combustíveis para comprar cigarros, quando ela voltou para o carro, apanhou dele, porque, segundo o suspeito, rapazes que estavam no posto olhavam para ela, ele ficou ciúmes, cometendo as agressões.

Segundo uma testemunha, a vítima já tinha relatado que ele tinha ciúmes do próprio filho dela. Então, para a polícia, fica bem caracterizado que se trata de um feminicídio”.

O crime

Matusalém explica que foram duas facadas. “Facadas com a intenção de matar, uma na região do ombro e outra próxima do pescoço. A vítima estava dormindo de costas. A ação foi rápida, conforme relato do filho que presenciou o crime. Ele chegou sem nada nas mãos e usou uma faca da cozinha para matar a vítima”.

Denuncie

Matasulém pede que as mulheres denunciem casos de violência e agressão. “Nesse caso, a própria amiga a alertava para fazer a denúncia. Pode ser que se ela tivesse vindo aqui, pedido medida protetiva, a história seria diferente. Por isso orientamos que as vítimas procurem a polícia, não deixem passar. Se não quiser vir na delegacia, pode ligar no 180, é garantido o anonimato. O índice de descumprimento de medidas protetivas em Brusque é baixo, porque geralmente quem descumpre a gente prende”, finalizou ele.

Vídeos

Atualização feminicídio Brusque"
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Eleitor tem até quinta-feira para justificar ausência no 1º turno das eleições

O eleitor que não compareceu às urnas no primeiro turno das eleições municipais de novembro tem até esta semana para justificar a ausência. Caso o procedimento não seja realizado, será preciso pagar uma multa. Quem não regularizar a situação pode ficar sujeito a restrições. O prazo vence na quinta-feira (14) para quem faltou ao primeiro turno das eleições municipais 2020. Para o segundo...
Continuar lendo...

Ocorrência de perturbação do sossego foi a que mais aumentou em Brusque no ano 2020

Na noite desta quinta-feira (07), o comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar de Brusque, tenente-coronel, Otávio Ferreira Filho divulgou os números referente as ações da polícia em 2020. Um dos dados trazidos, é em relação as ocorrências de perturbação ao sossego que conforme ele foi a que mais aumentou, mesmo com a pandemia. O número subiu de 1.527, em 2019 para 2.385, em 2020,...
Continuar lendo...

Ladrão é flagrado pela polícia, reage e tenta fugir correndo

Um homem foi preso pela Polícia Militar de Brusque dentro de um estabelecimento comercial quando se preparava para furtar no local. E tarde da noite: o flagra ocorreu por volta de 23h59, segundo a PM. O Centro de Operações da OM (Copom) foi informado que em um estabelecimento comercial localizado na Rua Florianópolis, Bairro Primeiro de Maio, um homem  estava tentando entrar no local através da janela dos fundos. As guarnições...
Continuar lendo...