Time Hercílio Luz registra 19 casos de covid-19 em sua equipe

O Hercílio Luz Futebol Clube realizou nesta sexta-feira (6), os testes antígenos em todos os atletas, comissão técnica e funcionários, visando cumprir o protocolo que faz parte das exigências do regulamento do Campeonato Catarinense Série B. Os resultados foram de pelo menos 14 positivados, dentro do cenário apresentado, visando garantir a maior segurança dos resultados e de seus atletas, comissão técnica e funcionários do Departamento de Futebol, o clube optou por repetir os exames na manhã de sábado (7).

Foram no total realizados 34 testes, onde 18 atletas e 1 integrante da comissão técnica testaram positivos para o Covid-19. Após confirmação dos casos, o clube entrou em contato com a Federação Catarinense de Futebol e o TJD/SC, pedindo suspensão da partida.

 

Pedido negado

A Federação Catarinense de Futebol e o Tribunal de Justiça Desportiva/SC negaram o pedido de suspensão da partida solicitado pelo Hercílio Luz em virtude dos 19 casos de COVID confirmados no clube. Treze jogadores viajaram para Lages para disputar a partida, válida pela 2° rodada do Campeonato Catarinense Série B. Dentre eles, 3 são goleiros e alguns estão lesionados.

A decisão liminar emitida pelo Rodrigo Titericz, Presidente do TJD/Fut/SC diz o seguinte: “Pelo que se retira dos documentos juntados o Requerente possui 14 atletas sem resultado positivo, em tese, liberados. Alega que dentre eles possui 3 atletas com sintomas da doença, mas sem teste comprobatório, bem como dois atletas estariam lesionados, conforme laudo”.

O procurador jurídico do clube se diz surpreso com a decisão, destacando que “É um caso que deveria ser tratado de forma excepcional e que a manutenção da partida poderá comprometer as próximas rodadas por contaminação dos envolvidos, em eminente risco a saúde de todos”, acrescentando ainda que “a manutenção da partida pode causar prejuízos desportivos e fisiológicos sem tamanho, diante do simples adiamento do jogo” decisão foi publicada agora pela manhã e não considerou os atestados dos atletas sintomáticos (COVID-19) e recomendação do médico do clube.

Rodrigo Titericz finaliza o requerimento indicando que “caso até o momento do jogo, se apresentem ao menos dois exames comprobatórios nos demais atletas, deve a FCF suspender a partida de forma administrativa”, ou seja, o clube teria que apresentar mais dois atletas positivados para conseguir efetivamente a suspensão do jogo.

O jogo entre Inter de Lages x Hercílio Luz está marcado para às 18h, no estádio Estádio Municipal Vidal Ramos Júnior.

 

Texto: Clodoaldo Pereira

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões