Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo

 

Pelo segundo ano seguido o Brasil não terá horário de verão, instrumento usado de 2008 a 2018 com o objetivo de economizar o consumo de energia em 10 estados que registram maior luminosidade entre outubro e fevereiro.

Por decreto em abril do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro encerrou o horário de verão após estudo do Ministério de Minas e Energia (MME) apontar que com o fim da mudança temporária o consumidor teria uma economia de R$ 100 milhões.

A redução da economia do horário de verão começou a ser percebida e questionada em 2017, quando foi registrada uma queda de consumo da ordem de 2.185 megawatts, equivalente a cerca de R$ 145 milhões. Em 2013, a economia havia sido de R$ 405 milhões, caindo para R$ 159,5 milhões em 2016, uma queda de 60%.

 

Fonte: Estadão

 

Dúvidas ou Sugestões

Governador inaugura hoje trecho duplicado da Antonio Heil

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, estará na região nesta segunda-feira (19). Ele inaugura parte do trecho duplicado da Rodovia Antonio Heil, que liga Brusque e Itajaí. O ato está programado para o período da tarde. De acordo com a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), o ato ocorre no entroncamento da rodovia com a Rua Ver. Germani Luís Vieira, no bairro Itaipava, em Itajaí. A duplicação...
Continuar lendo...

Empresário e ex-vereador Jovino Piucco é morto com tiro na cabeça

O empresário, farmacêutico e ex-vereador de Garopaba, Jovino Piucco, proprietário do Camping Lagoa Mar, foi morto com um tiro na cabeça, aos 85 anos, durante um assalto ocorrido no início da tarde deste domingo (18), na residência onde morava com a esposa, no centro da cidade. Vereador por cinco legislaturas em Garopaba durante as décadas de 1960, 70 e 80, Jovino, que deixa esposa, filhos e netos e bisnetos, foi durante muito tempo o...
Continuar lendo...

Guabiruba possui nove casos suspeitos de Covid-19

A cidade de Guabiruba possui nove casos suspeitos de Covid-19 e que aguardam resultados de testes. O número consta no boletim epidemiológico divulgado ontem pela secretaria municipal de Saúde. Ainda de acordo com a secretaria, a cidade tem 838 casos confirmados da doença desde o começo da pandemia. Destes, sete estão ativos e 821 são recuperados. Outros 1.031 deram negativo. São 37 pessoas em monitoramento e dez mortes.
Continuar lendo...