Óleo de soja, tomate e arroz pesam no bolso

Até agosto deste ano, 2020, as vendas dos supermercados brasileiros apresentaram crescimento de 3,94 por cento, em comparação com o mesmo período de 2019. Os dados são do Índice Nacional de Vendas, da ABRAS, Associação Brasileira de Supermercados. Em comparação com o mês anterior, julho, agosto teve 2,56 por cento mais vendas.

Já em comparação com agosto de 2019, o volume de vendas de agosto deste ano foi 4,44 por cento maior. Segundo o índice de preços, há uma série de produtos que ficaram com preço mais salgado ao consumidor, e pesaram no bolso. Foi o caso do óleo de soja, que subiu 14 por cento, também o tomate, que ficou mais de 13 e meio por cento mais caro, além do arroz, que teve elevação de mais de 8 por cento pelos mercados do país.

Por outro lado, alguns produtos baratearam. Foi o caso da cebola, que teve queda de 28 por cento, a batata, que ficou quase 17 por cento mais barata, feijão, com quase 5 por cento de queda de preço, e ovo, que teve redução de 4 e meio por cento nos supermercados.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões