Suspeito de estuprar filha, enteada e netas é condenado a 67 anos

Em maio deste ano, um homem de 63 anos de idade foi preso, preventivamente, em Botuverá sob a suspeita de ter praticado abusos sexuais contra sua filha, a enteada e três de suas netas. Após o término da investigação pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (Dpcami), o suspeito foi denunciado pelo Ministério Público.

Realizada a instrução processual, foi publicada na última sexta-feira (9) a sentença, condenando o mesmo a mais de 67 anos de reclusão pelos crimes de estupro de vulnerável e atentado violento ao pudor praticados em diversas ocasiões distintas contra as vítimas no decorrer dos últimos 18 anos.

Ele foi também condenado pelos crimes de ameaça e coação no curso do processo contra uma das vítimas.

O condenado permanecerá preso.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões