Retomada de atividades físicas requer cautela após pandemia

A pandemia do Coronavirus fez com que muitas pessoas precisassem se afastar de atividades ás quais estavam habituadas. Como as físicas, por exemplo. Principalmente pela proibição de aglomeros e o fechamento de espaços como as academias.

Passado parte desse período, com a reabertura destes locais e o retorno das práticas, muitos têm exagerado na dose para reaver o peso ou as condições físicas de meses atrás. Mas o cuidado para evitar problemas com lesões ou danos a músculos, por exemplo, deve ser redobrado, afirma o personal trainer Samuel Junior. Ele foi o entrevistado de quarta-feira (7) do programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade.

“Importante saber qual tipo de acompanhamento que você está fazendo. Se está tendo acompanhamento profissional ou com seus próprios recursos”, disse ele.

Assim como em outras atividades, o uso da internet foi uma forma usada por muitos profissionais de educação física para atender clientes com a prática de exercícios físicos. Os professores gravavam vídeos com tipos de exercícios a serem feitos e estes eram repetidos pelos alunos. Samuel faz um alerta sobre isso.

“Tem movimentos que não se pode fazer com a mesma precisão, sem ter um profissional ali ao lado orientando”, pontua ele.

Outro alerta feito por ele é para as pessoas que permaneceram vários meses sem muita atividade e buscam, agora, recuperar o tempo perdido. Ou perder os quilos a mais que conseguiu nesse período. Tudo, avalia Samuel, precisa ser feito com cautela.

“Estamos falando de um período de seis meses em que as pessoas ganharam peso, tiveram essa diminuição no ritmo de pratica de atividade física. E ai ficaram sem exercícios de certa forma. Agora, se você não souber dosar a carga e a quantidade de exercícios e pode se ocasionar lesões. Não vai ser em um ou dois meses que vai se chegar ao normal novamente”, destaca ele.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões