CPI sobre uso da taxa Cosip marca primeiros depoimentos

Estão agendadas para 21 e 22 de setembro as primeiras oitivas da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o suposto uso irregular de recursos da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip) para a aquisição de decoração natalina pelo município de Brusque. Esse cronograma inicial foi definido na tarde desta terça-feira (8), em reunião dos vereadores membros da comissão, que pretendem tomar depoimentos de sete pessoas, todas servidores públicos, nas datas pré-agendadas. Os nomes dos depoentes serão divulgados após todos eles terem sido oficialmente intimados pela Câmara Municipal a prestar esclarecimentos sobre os fatos investigados.  
 
Os parlamentares também decidiram pedir ao Poder Executivo informações sobre quem atuou, na Prefeitura, como fiscal dos contratos de aquisição da decoração natalina em 2017 e 2018, anos que estão no foco da investigação. 
 
De acordo com a assessoria legislativa, o processo em andamento na Câmara já soma cerca de 450 páginas de documentação. Dado o volume de material, a comissão deliberou que cada vereador membro poderá dispor dos papéis por tempo determinado a fim de analisá-los fora das dependências do Poder Legislativo. 
 
A CPI da Cosip tem Ana Helena Boos (PP) como presidente e Cleiton Luiz Bittelbrunn (DEM) na função de relator. Os outros membros são Deivis da Silva (MDB), Gerson Luís Morelli, o Keka (Podemos), e Sebastião Alexandre I. de Lima (PL).
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões