JASC 2020 será descentralizado e Brusque receberá modalidades

A pandemia do coronavírus deixou um rastro de estrago em diversos setores. O esportivo é um deles, com competições canceladas, outras suspensas e muita indefinição. Em Santa Catarina não é diferente. A Fesporte teve que alterar todo o calendário de competições e atividades esportivas que estavam programadas para 2020. Apesar de ameaçados, os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) serão realizados em cinco cidades: Brusque, Jaraguá do Sul, Rio do Sul, Florianópolis e Balneário Camboriú.

A edição deste ano será realizada de forma diferente, com a competição descentralizada. Brusque vai sediar algumas modalidades,  ao mesmo tempo que os outros quatro municípios. A informação foi dada pelo presidente da Fesporte,  Rui Godinho Mota, durante entrevista ao vivo ao programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade, nesta segunda-feira (31). Segundo ele, a decisão já está tomada desde o começo da pandemia.

Isso porque se a maior competição poliesportiva do estado fosse cancelada, isso afetaria muitos dos atletas que dependem de bolsas para se manter, entre outros motivos.

"Esse ano é um ano atípico, mas nós chegamos a um ponto em que tínhamos que decidir. Quando em março teve o fechamento de tudo, com isolamento social, alguns dirigentes me perguntaram se os jogos iriam acontecer. Alguns até pediram que fossem cancelados, mas, aquele momento, eu disse que não", frisou Godinho.

Segundo ele, as inscrições para a competição começam no mês de setembro. Em setembro e outubro acontecerão as fases regionais e microrregionais, que garantem vagas para os Jasc.

Durante a entrevista, ele também fez o anúncio que interessa aos joguinhos e Olesc. Antes, para poder participar das competições coletivas, o atleta tinha que ter mais de 16 anos. Para este ano, a Fesporte reduziu em um ano, passando para 15.

"Para que aqueles municípios que estavam com esse atleta posso continuar com ele, mesmo que por uma experiência. Vamos levar, talvez, meninos que estão na Olesc, nos joguinhos para participar de modalidades coletivas no Jasc."

Godinho afirma que Santa Catarina está na vanguarda do esporte brasileiro, porque outros estados cancelaram todo o calendário esportivo para o ano de 2020 em função da pandemia.

O gerente de esportes de rendimento da Fesporte, Luciano Hech, explica que a entidade está preparada para organizar as competições neste período. Isso porque Santa Catarina já tem experiência em diversas situações em que os Jasc precisarão ser canceladas.

"Temos uma comissão montada pelo presidente que está trabalhando diariamente com o pessoal da saúde e acreditamos que dá para fazer", destacou.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões