Padre brusquense, Osnildo Carlos Klann, morre aos 82 anos em Jaraguá do Sul

Após nove anos de trabalho missionário na República Democrática do Congo, no continente africano, e três na paróquia São Sebastião, em Jaraguá do Sul, o Padre brusquense, Osnildo Carlos Klann, de 82 anos, veio a óbito na tarde desta sexta-feira (14). O corpo foi encontrado em seu quarto, por volta das 16h15, na Casa Paroquial, após celebrar uma Santa Missa, juntamente com o padre Darlan Dejaime Marasca, SCJ.

O sacerdote possuia alguns problemas de saúde, sendo internado e diagnosticado com Covid-19 no dia 28 de julho. No dia 2 de agosto, recebeu alta, passando a se recuperar em casa. Contudo, após um desconforto abdominal, uma tomografia de tórax foi realizada na manhã da última sexta-feira (14). O exame apontou um pequeno cisto mas, segundo o médico que o atendeu, sem gravidade.

Todavia, ainda na sexta-feira, o pároco da paróquia São Sebastião, padre Hélio Feuser, foi até o quarto do sacerdote após realizar missa particular e o encontrou sem vida. A possível causa da morte é parada cardíaca, mas sem confirmações até o momento.

O sepultamento será às 9 horas da manhã deste sábado (15) no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Corupá. Após haverá uma Missa de despedida. Toda a cerimônia é restrita e não será aberta para o público, seguindo as recomendações das autoridades de vigilância sanitária.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões