Homem solicita foto íntima de criança de Brusque e é preso

Um homem de 32 anos foi preso sob suspeita de induzir uma criança de nove anos de idade a mostrar partes íntimas na cidade de Brusque através de um aplicativo na internet. Ele foi pego pela Polícia Civil do Paraná, que cumpriu um mandado de busca e apreensão expedido pela Vara Criminal de Brusque.

A prisão em flagrante ocorreu porque no celular do homem foram encontradas fotos e conversas com a vítima de Brusque, além de outras crianças e adolescentes. A investigação, que foi conduzida pela DPCAMI de Brusque, teve início com o registro de ocorrência pela mãe da vítima, ocasião em que foi verificado que o homem usava um perfil falso com a imagem e o nome de um “Pokémon” (desenho animado infantil) e dessa forma atraia as vítimas, para depois solicitar o envio de fotos sexualmente explícitas. No entanto, no decorrer da investigação foi possível identificar o suspeito bem como o seu endereço, e a Polícia Civil do Paraná prestou apoio para dar cumprimento ao mandado de busca e apreensão em sua residência, o que culminou com a sua prisão em flagrante.

A DPCAMI destaca que a investigação realizada demonstra a falsa crença de que é possível se valer do anonimato para praticar crimes na internet e reforça para que os pais ou responsáveis estejam atentos para os conteúdos e aplicativos que seus filhos têm acesso.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões