Volta às aulas não será de forma impositiva, diz secretária

A secretária de Educação da Prefeitura de Brusque, Eliani Aparecida Busnardo Buemo, afirma que a rede municipal de ensino não vai acelerar o retorno das aulas presenciais sem que haja certeza de segurança em termos de saúde para as crianças e educadores. A fala foi durante entrevista concedida ao programa Rádio Revista Cidade desta sexta-feira (31).

“Fiquem tranquilos. Essa volta não será uma volta impositiva. Até porque se estamos em uma proposta de ensino remoto e temo dispensado atenção toda especial no sentido de ira dando qualidade a esse processo. Já estamos em uma situação excepcional, mas tentando fazer o máximo melhor possível”, disse ela.

Enquanto busca tranquilizar os familiares acerca da volta das aulas, Eliani critica a despreocupação das pessoas para com o isolamento social. Isso porque ao mesmo tempo que não querem o retorno das aulas para não expor seus filhos em risco, supermercados e muitos estabelecimentos ficam lotados diariamente, bem como ações policiais têm intervido para acabar com festas e aglomeros realizados.

Eliani falou sobre as propostas apresentadas esta semana pelo Comitê estadual para a retomada das aulas. Ela frisou que as conversas já vêm sendo realizadas há algum tempo e o que está sendo proposto não significa que as aulas voltarão em setembro.

“Uma mínima condição de volta, ficamos sempre na preparação. Falar em volta, um percentual, isso tem uma logística. (...) Vamos dando um passo de cada vez, estudando esses protocolos e vendo como é possível”, frisa ela, lembrando que o consenso entre as redes é necessário. Um exemplo disso é que o transporte escolar da rede estadual é feito pelo município, a partir de convênios.

A fala da secretária se deu em função de outra entrevista, do secretário de estado da Educação, Natalino Unggioni, à Rádio Cidade ontem, quinta-feira (30). Na ocasião, ele foi enfático em dizer que a volta às aulas não será algo opcional e que, se necessário, órgãos como Conselho Tutelar serão acionados para tratar das questões junto às famílias que se negarem.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões