Prefeitura vai custear bombas de infusão para UTIs no Azambuja

A Prefeitura de Brusque vai custear a aquisição de bombas de infusão através de comodata para instalar leitos de UTI para Covid-19 no hospital de Azambuja. Os itens serão locados a partir de ação junto ao Cisamvi (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Associação dos Município do Médio Vale do Itajaí). Ainda não há data certa para que o material esteja disponível, mas a Secretaria Municipal de Saúde estima que isso deva ocorrer até metade de agosto.

De acordo com o secretário da Saúde, Humberto Fornari, uma força tarefa está trabalhando para adaptar a estrutura do hospital Azambuja para adequar os espaços e instalar novos leitos de UTI.

“São trabalhos como quebra de paredes, coisas que são essenciais para um leito de UTI. Até o dia 15 de agosto acreditamos que devam estar prontos”, pontuou ele.

Bomba de infusão é um dos itens usados para a aplicação de medicamento no paciente. Ela serve para controlar a velocidade da dosagem e o tempo certo para que entre no organismo. Cada paciente utiliza, por vez, mais de uma bomba de infusão.

A Secretaria de Saúde não informou o valor da locação dos itens, nem quantos deles serão adquiridos.

Na semana passada, o governo do estado anunciou a liberação de novos leitos de UTI Covid-19 para o hospital de Azambuja. Entretanto, até o momento eles ainda não estão autorizados. 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões