Em cada setor há, no mínimo, uma pessoa infectada, diz sindicato

O presidente do Sinseb, Orlando Solares Filho, acusa a Prefeitura de Brusque de não fornecer equipamentos de proteção para muitos servidores. Alguns deles, inclusive, estariam tirando dinheiro do próprio bolso para se proteger, quando os itens devem ser disponibilizados pela Prefeitura.

Ainda de acordo com o sindicalista, a Prefeitura possui, atualmente, cerca de 3,5 mil servidores. Em cada setor há, no mínimo, uma pessoa infectada por Covid-19, assegura ele. Situação que eleva o risco de contaminação dos próprios funcionários e da população que busca os serviços.

Leia também - Prefeitura fiscaliza, mas não faz dever de casa

“Se dois estão contaminados, os demais não fazem teste. Aí você chega para ser atendido pode ser contaminado também”, afirma ele.

O sindicalista afirma que a entidade entregou à Prefeitura uma série de propostas para evitar a contaminação dos servidores. No entanto, a pricipal delas, do isolamento de pessoas com idade acima dos 60 anos, não foi acatada.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões