Reunião discute possibilidade de medidas mais restritivas em Brusque

Brusque fecha a semana com um total de 444 casos confirmados de Covid-19 (fora os 29 de testagem rápida realizados durante a tarde de sexta-feira). O aumento no número de infectados pelo novo Coronavírus mudou a classificação da região de risco alto para risco grave (conforme o governo do Estado). Frente a possibilidade da adoção de medidas mais restritivas na próxima semana, entidades de classe solicitaram uma reunião com o Poder Executivo para avaliar a situação. 

“É ótimo ter o empresariado discutindo conosco. Ele está preocupado com seus colaboradores, com seu comércio e também com os clientes. Afinal de contas todas estas pessoas podem ser vítimas do Coronavírus e cair na secretaria de Saúde. A população tem que ter consciência de que tudo que está sendo feito é em prol da saúde de todos - saúde física, mental, financeira e familiar como um todo. Saímos daqui satisfeitos e pedimos para a nossa população que se mantenha em casa, para que nós, enquanto saúde pública, não tenhamos de tomar medidas mais radicais”, pondera o secretário de Saúde, Humberto Fornari. 

Para o prefeito, Jonas Paegle, a reunião foi muito positiva. “Vamos manter as providências que já adotamos e esperamos que a população colabore. O uso da máscara é obrigatório e é preciso evitar o aglomero de pessoas, como temos visto ocorrendo. Isso não pode acontecer em bares, restaurantes e festas, inclusive em casa com familiares de outras cidades”, explica ele, que participa na segunda-feira de uma reunião com os demais prefeitos da  Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), onde serão discutidas as medidas a serem adotadas nos próximos dias. 

Segundo o vice-prefeito, Ari Vequi, o aumento no número de casos acende o sinal vermelho na cidade. “Pedimos que população tome muito cuidado neste fim de semana e que obedeça todas as medidas de segurança, para que a partir de segunda-feira a gente não tenha que tomar medidas piores na direção do nosso desenvolvimento econômico, do nosso comércio e da nossa indústria. Pedimos que todos colaborem, para aqueles que estão fazendo o certo não paguem o preço daqueles que não querem obedecer as normas”, afirma. 

De acordo com a presidente Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), Rita Cassia Conti, os empresários estão fazendo o dever de casa. “As empresas, as indústrias e o comércio estão se cuidando. Fazemos um apelo maior para a população se cuidar, principalmente nos finais de semana e nas praças públicas. Realmente tem que usar máscara e álcool em gel. Temos que reforçar isso para não darmos um passo atrás. Brusque está de parabéns. Tem equilíbrio econômico e cuida da saúde. O Poder Público está do nosso lado e precisamos motivar cada cidadão para se cuidar e não expandir essa pandemia”, enfatiza. 

O presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas de Brusque (SIMEBR), Edemar Fischer, acredita que as medidas adotadas pela Prefeitura foram corretas com relação as regras a serem seguidas. “As empresas seguem todo um protocolo exigido e não tem como parar essa economia daqui para frente. Nessa segunda etapa precisamos todos mudar a nossa conscientização e ficar em casa, porque a situação pode piorar”, afirma. 

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba (Sindilojas), Marcelo Gevaerd, também defende que o comércio está fazendo a sua parte. “Por isso pedimos que toda a população da região também faça a sua parte”, frisa. 

Para o gestor-executivo da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL Brusque e presidente do Observatório Social de Brusque, Claudemir Marcolla, existe grande preocupação dos empreendedores com a segurança do consumidor. “Precisamos da conscientização de todos os cidadãos brusquenses, porque os casos estão aumentando. É preciso evitar aglomerações, principalmente nos finais de semana. Clamamos isso para a população”, enfatiza. 

Também participou da reunião, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda e presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), Ademir José Jorge, o diretor da Secretaria de Governo e Gestão, André Vechi e o diretor geral de Governo, Dirceu Marchiori

Nosso Brusque 

Durante a reunião, o secretário de Saúde solicitou a direção do Nosso Brusque uma proposta sobre o funcionamento do transporte público Municipal. “Solicitamos a empresa licitada que faça um planejamento do transporte útil. Para que haja o mínimo de pessoas circulando desnecessariamente na nossa cidade, principalmente nas próximas duas semanas”, explica Fornari. 

De acordo com ele, a expectativa é de recebimento da proposta até segunda-feira (29).

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Bruscão encerra preparação com rachão nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (8), o Brusque Futebol Clube encerrou a sua preparação para enfrentar o Joinville, com o famoso rachão. A comissão técnica optou por realizar o rachão para que os atletas se distraíssem da ansiedade para retornar aos gramados após quase quatro meses.  O rachão foi bem disputado e rendeu boas risadas entre o elenco e a comissão. O “jogo” terminou empatado em 2x2.  O marreco...
Continuar lendo...

Presos em Brusque responsáveis por roubo em São João Batista

Por volta das 17h47 desta sexta-feira (03), a Polícia Militar de Brusque recebeu informação de roubo ocorrido em Supermercado na cidade de São João Batista. Ainda de acordo com as informações o veículo, um Honda/Civic preto, teria sido localizado em Brusque. A Polícia Militar brusquense imediatamente se deslocou sentido a Rodovia Gentil Batisti Archer. Após localizar o veículo durante o trajeto, os...
Continuar lendo...

Dois carros colidem na Rua Gustavo Halfpap, no Centro 2

Dois veículos colidiram no início da tarde desta sexta-feira (10) na na Rua Gustavo Halfpap, no Centro 2, em Brusque. O acidente ocorreu por volta das 13h10. Conforme apurado pela reportagem no local, a colisão foi entre um Siena e um Cobalt, ambos de Brusque. O motorista de um dos carros teria passado mal, o que o fez perder a direção e atingir o outro carro. Apesar dos estragos, ninguém precisou ser levado ao hospital. Instantes...
Continuar lendo...