Vereadores rejeitam reduzir salários deles, do prefeito e vice a partir do ano que vem

Os vereadores de Brusque rejeitaram nesta terça-feira (23) duas emendas que propunham reduzir os vencimentos dos próximos legisladores a partir do ano que vem. Uma delas fixava o valor dos salários em R$ 6.800 e a outra em R$ 2.800, contra os atuais R$ 10.167,47. Emendas ao projeto que reduzia os salários do prefeito e do vice também foram reprovadas.

Neste caso, a primeira emenda, de autoria de Marcos Deichmann (Patri) estipulava valor salarial do prefeito em R$ 23 mil, do vice-prefeito e secretários em R$ 11 mil. Atualmente, os valores são deR$ 30.068,39 (prefeito) e R$ 14.578,62 (secretários e vice-prefeito). Uma segunda emenda, de autoria de Ivan Martins (DEM) reduzia os valores para R$ 20 mil (prefeito) e R$ 10 mil (secretários e vice-prefeito).

O vereador Sebastião Lima (PL) se manifestou pelo congelamento dos valores. Segundo ele, a situação de pandemia que vive o país na atualidade requer esse tipo de preocupação com o recurso público.

“Propor redução pode parecer para a população que além de não conversarmos entre nós, não estamos fazendo nossa função com a responsabilidade que esperam de nós, não é nem justo e nem responsável. Invoco pelo bom senso e pela lucidez”, disse ele.

O vereador Marcos Deichmann (Patri) apresentou outra emenda ao projeto. Ela fixava o valor do vencimento do vereador em R$ 6.400,00 e o do presidente em R$ 11.000 mil. A emenda foi rejeitada. Votaram a favor da mesma os vereadores Paulinho Sestrem (Republicanos), Marcos Deichmann (Patri), Gerson MORELLI (Podemos) e Claudemir Duarte (PT). Pela rejeição da mesma votaram Jean Pirola (Progressista), Ana Boos (Progressista), Joaquim Costa (MDB), Deivis da Silva (MDB), Rogério dos Santos (PSD), Cleiton Bittellbrunn (DEM), Leonardo Schmitz (DEM), José Zancanaro (Podemos) e Sebastião Lima (PL). O vereador doutor Celso não votou.

Outra emenda de redução dos vencimentos também foi rejeitada. De autoria de Ivan Roberto Martins (DEM), ela estabelecia o vencimento na casa de R$ 2.886,24 e de R$ 3.897,88 para o presidente. A emenda ainda estipulava o desconto de R$ 721,56 por falta injustificada do vereador na sessão.

Dos 15 vereadores, 13 votaram pela rejeição da mesma. Foram eles: Paulinho Sestrem (Republicanos), Marcos Deichmann (Patri), Gerson Morelli (Podemos), Jean Pirola (Progressista), Ana Boos (Progressista), Joaquim Costa (MDB), Deivis da Silva (MDB), Rogério dos Santos (PSD), Cleiton Bittellbrunn (DEM), Leonardo Schmitz (DEM), José Zancanaro (Podemos) e Sebastião Lima (PL). O vereador doutor Celso não votou. Apenas Caludemir Duarte (PT) votou a favor da redução para esse valor. O autor do projeto, Ivan Martins, não era obrigado a votar por ser presidente.

Com as votações desta terça-feira, os vencimentos dos vereadores ficarão em R$ 10.167,47, do prefeito em R$ 30.068,39, do vice e secretáriso em R$ 14.578,62. O presidente da Câmara receberá R$ 13.731,22.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

PSDB não entra em consenso sobre apoio na disputa em Brusque

O PSDB decidiu ainda não fechar questão de apoio a nenhum candidato a prefeito de Brusque. Reunidos na noite de ontem, quarta-feira (16), os membros da executiva não entraram em consenso sobre o rumo na eleição deste ano em Brusque. A decisão sairá na sexta-feira (18). Na convenção realizada na Sociedade Beneficiente, o Podemos deixou em aberto a possibilidade de acertar com outros partidos o apoio, entre eles os tucanos. O...
Continuar lendo...

Identificada jovem que morreu no acidente de moto na beira rio

Karen Alessandra Queiroz Moreira (21) é a vítima fatal do acidente de moto na Avenida Arno Carlos Gracher, a beira rio, em Brusque. A jovem morreu ao bater de moto, uma Biz, contra um poste por volta de 23h de ontem (6). O corpo de Karen está no IML, aguardando familiares, que residem em outro estado, para liberação. O Samu foi acionado para o socorro à vítima, mas ela já estava sem vida quando a equipe chegou.
Continuar lendo...

Mulher sofre queda de escada e fica com vários ferimentos

Uma mulher de 26 anos caiu de uma altura aproximada de três metros e ficou ferida em Guabiruba. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela estava subindo a escada externa de acesso à sua residência quando um gato passou rapidamente por entre suas pernas fazendo-a perder o equilíbrio e despencar.7 Quando a guarnição chegou ao local, a mulher encontrava-se consciente, orientada, sentada, referindo dores na região pélvica lado...
Continuar lendo...