Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular

A partir de hoje, sexta-feira (29), os beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 – R$ 1,2 mil para mães mulheres chefes de famílias – poderão pagar compras em cerca de três milhões de estabelecimentos comerciais em todo o país por meio do celular. A Caixa Econômica Federal está liberando uma atualização do aplicativo Caixa Tem que permite o pagamento por meio de código QR (uma forma mais avançada do código de barras que pode ser lido por câmeras de celulares).

A novidade estará disponível nos estabelecimentos com maquininhas da bandeira Elo. O banco informou que maquininhas de outras bandeiras poderão aderir livremente à novidade.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que a grande vantagem da ferramenta consiste em diminuir a necessidade de saques em espécie do auxílio emergencial, reduzindo as filas nas agências. “Não precisa sacar. Basta movimentar o dinheiro de forma digital para fazer as compras”, declarou.

Passo a passo

Primeiramente, o usuário poderá acessar o aplicativo Caixa Tem, usado para movimentar as contas poupança digitais criadas pelo banco, e escolher a opção pagar na maquininha. Em seguida, a câmera do celular automaticamente abrirá. O usuário deverá apontá-la para o código QR que aparecerá na maquininha, conferir o valor da compra a apertar o botão confirmar na tela do celular.

Em seguida, a maquininha do cartão imprimirá o recibo dizendo que a compra foi efetuada. Uma via ficará com o estabelecimento. O cliente só pega a via dele se quiser. Isso porque o aplicativo Caixa Tem armazenará cada compra, permitindo a conferência do saldo.

A Caixa começa a liberar hoje a atualização do aplicativo Caixa Tem para celulares com o sistema Android. Para celulares da Apple, com o sistema iOS, a atualização que permite o pagamento com código QR será liberada até sábado (30).

Balanço

O banco apresentou um balanço da movimentação das contas poupança digitais. Ontem (27), o aplicativo Caixa Tem registrou 2,1 milhões de transações digitais, num total de R$ 647,4 milhões. Até agora, o aplicativo permitia o pagamento de boletos bancários, de contas domésticas (água, luz, telefone e gás) e de compras em sites parceiros. Com a nova ferramenta, será possível usar o aplicativo para compras nos próprios estabelecimentos.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Mensagem sobre quarentena no estado é falsa, diz MPSC

Está circulando em grupos de WhatsApp uma mensagem falando sobre uma nova quarentena decretada pelo governo do estado de Santa Catarina para conter o avanço do Coronavirus. A informação dá como fonte o Ministério Público do Estado , inclusive tendo como autor o chefe do órgão, procurador Fernando Colmin. O MPSC divulgou uma nota, informando que trata-se de uma notícia falsa. As informações contidas neste...
Continuar lendo...

Ouvidoria da Prefeitura passa a atender em período integral

A partir da próxima segunda-feira (22) a Ouvidoria-Geral da Prefeitura de Brusque passa a atender em horário integral, das 8h às 18h, sem intervalo. A pessoa interessada pode vir pessoalmente à prefeitura ou ainda utilizar do atendimento via telefone, pelo número 156. O cidadão que desejar receber o atendimento no período da manhã, das 08h às 12h, deverá vir pela guarita da prefeitura, que fica nos fundos do Fórum...
Continuar lendo...

Cocaína, ecstasy e maconha são flagrados pela polícia

Por volta das 22h48 de ontem, domingo (31) a Polícia Militar de Brusque realizou a prisão de um homem de, 43 anos, pelo crime de tráfico de drogas. Os policiais estavam em rondas pela Rua Florêncio Day, no bairro Azambuja, quando foram informados por moradores que havia uma briga de casal em uma residência. No local, os policiais não constataram a briga, mas um forte odor de maconha. Ao ser questionado, o homem informou que fazia uso de entorpecentes....
Continuar lendo...