Mega operação ataca tráfico em Brusque e cidade do litoral

Na manhã de hoje, quinta-feira (21), policiais civis e militares cumpriram onze mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisões preventivas expedidos pela Vara Criminal de Brusque. Elas são fruto investigação iniciada na Divisão de Investigação Criminal de Brusque. Dez mandados de busca e apreensão foram cumpridos no município de Brusque, em diversos bairros da cidade, e um no município de Porto Belo, bairro Perequê. Além disso, duas pessoas foram presas preventivamente no município de Brusque.

A operação é decorrente de um trabalho investigativo iniciado ainda em 2019, com a primeira fase deflagrada no mês de fevereiro de 2020. Na ocasião, duas armas de fogo, drogas, apetrechos utilizados para a venda de drogas e aproximadamente R$35.000,00 mil foram apreendidos e uma pessoa presa em flagrante por tráfico de drogas.

Após continuidade das investigações, apurou-se que mais pessoas estariam realizando tráfico de drogas, sobretudo cocaína, no município de Brusque, em uma rede de contato até então bem articulada. O homem tido como líder do esquema criminoso é proprietário de um estabelecimento comercial, local onde são comercializados sushis e petiscos, o que originou o nome da operação "Peixe Branco".

Nesta manhã foram apreendidos aproximadamente R$40.000,00 mil, seis balanças de precisão e aproximadamente 120 gramas de cocaína, o que resultou na prisão de quatro pessoas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, e a confecção de dois termos circunstanciados por posse de drogas.

Participaram da operação policial desencadeada hoje policiais civis de Brusque, Itajaí, Blumenau, Gaspar, São João Batista, Major Gercino, Botuverá, Guabiruba, Itapema e Porto Belo, além de policiais militares do 18º Batalhão de Polícia Militar, totalizando 60 policiais.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões