Vereadores pleiteiam leitos de UTI para o hospital de Azambuja

A Câmara de Vereadores de Brusque formalizou nesta semana uma mensagem de apelo ao governador de Santa Catarina. O documento pede a Carlos Moisés da Silva (PSL) que reconsidere a decisão que indeferiu o credenciamento de dez novos leitos de UTI no Hospital Azambuja para o tratamento de pacientes de coronavírus (Covid-19). A iniciativa partiu da bancada do partido Democratas (DEM) - formada por Celso Carlos Emydio da Silva, o Dr. Celso, Cleiton Luiz Bittelbrunn, Ivan Martins, Leonardo Schmitz e Rogério dos Santos -, que apresentaram ao plenário a Moção nº 12/2020, aprovada por unanimidade durante a sessão ordinária da terça-feira, 12 de maio.
 

Na proposição, os parlamentares enfatizam que “o Hospital Azambuja realiza atendimentos não só ao município de Brusque, mas a diversos municípios lindeiros, como Botuverá, Nova Trento, Canelinha, Guabiruba” e outros. O texto registra ainda que “vários hospitais da região foram contemplados [com o credenciamento de leitos de UTI para Covid-19] pelo Governo do Estado, inclusive de municípios e estrutura hospitalar de menor porte e importância”.
 

Durante a reunião, realizada por meio do ambiente virtual de deliberação do Poder Legislativo, Ivan Martins se manifestou sobre o assunto: “Isso nos deixou bastante tristes e insatisfeitos, porque Brusque está entre as dez maiores economias do estado, uma cidade com 140 mil habitantes e o Azambuja, mesmo que informalmente, faz o papel de hospital regional”, disse o vereador e atual presidente da Câmara. “Brusque merecia uma atenção especial do Governo do Estado. Com essa decisão, a nossa população vai sofrer muito”, emendou.
 
Sebastião Alexandre I. de Lima, o Dr. Lima (PL), também destacou a relevância do Azambuja para a região: “É uma situação lamentável. Há muitos anos, o Azambuja vem carregando Brusque toda em suas costas. Na hora em que é necessário, todo mundo reconhece a importância do trabalho realizado, mas na hora da valorização e até do retorno financeiro para que o hospital possa oferecer o que todo mundo quer, os recursos nunca aparecem”, afirmou. “Estamos perdendo vidas por causa do coronavírus, mas outras vidas, em outras patologias, vêm sendo perdidas e nunca se deu tanta atenção. Agora, essa evidência trazida pelo coronavírus está fazendo com que a gente enxergue uma situação que é crônica”, acrescentou.
 
“Quem convive no dia a dia a vida hospitalar, entende e sabe muito bem que dez leitos de UTI num município de quase 150 mil habitantes é uma defasagem, tanto que o sistema de saúde, não só em nível estadual ou nacional, não está preparado para praticamente nenhuma situação de epidemias”, avaliou Dr. Celso. O democrata também criticou Carlos Moisés sob a ótica político-eleitoral: “O governador teve uma das votações mais expressivas do estado dentro da cidade de Brusque e essa é a resposta que a sua gestão nos dá ao não acatar esse pleito”.
 
Líder do grupo de oposição no parlamento brusquense, Marcos Deichmann (Patri) endossou a importância da moção, mas fez ponderações à propositura: “Parabenizo os propositores, mas no meu entendimento poderia ter sido feita em nome de toda a Câmara de Vereadores, inclusive juntamente com o Executivo, a Secretaria Municipal de Saúde, as entidades, como Acibr e CDL, e todas as outras, para que a gente pudesse ter mais força”, ressaltou.
 
Claudemir Duarte, o Tuta (PT), falou em seguida e se referiu a supostas irregularidades recentemente noticiadas, envolvendo o governo catarinense: “Se fosse falta de dinheiro, mas estamos vendo lá [em Florianópolis] uma farra com o dinheiro público, deputada indo passear, participar de ato pagando hotéis luxuosos com dinheiro da Alesc [Assembleia Legislativa de Santa Catarina], secretário de saúde pagando aqueles respiradores, então, a gente fica bem preocupado”.
 
Para Jean Pirola (PP), foi “ingrata” a decisão estadual: “Nós vimos que o nosso município tem todas das condições técnicas e exigíveis nesse momento de pandemia, de termos mais leitos de UTI com os devidos respiradores. E nós ficamos numa ilha, onde Blumenau, Itajaí, Gaspar e Timbó contratualizaram várias unidades com o estado, e Brusque, nenhuma. Não podemos aceitar de forma pacífica essa situação sem nos manifestar. Nós temos, hoje, o hospital Imigrantes com dez vagas de UTI, que pode contratualizar com o estado, temos nove vagas no Azambuja, mas ele pode chegar até 20, conforme o próprio administrador da instituição nos passou, então, poderíamos ter até 30 vagas de UTI [para Covid-19], desde que tenha a boa vontade do Governo do Estado”, concluiu.

Saiba mais
 
No dia 7 de abril, o Hospital Azambuja encaminhou ofício à Secretaria Municipal de Saúde solicitando o credenciamento junto ao Governo do Estado de dez novos leitos de UTI. O pleito foi realizado a fim de garantir estrutura aos casos mais complicados de tratamento de Covid-19 que possam surgir no município e região.
 
Atualmente, a instituição possui dez leitos de UTI, sendo que um deles está reservado para tratamento de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Os dez novos leitos de UTI seriam instalados em uma área de internação cirúrgica do Azambuja.
Em 5 de maio, o hospital recebeu a notícia do indeferimento de seu pedido.
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Homem tenta fugir e é preso por tráfico de drogas, em Brusque

No sábado (8), por volta de 21h50, no bairro Santa Luzia,  em Brusque,  após denúncias de tráfico, uma guarnição da Polícia Militar realizava rondas nos arredores do local denunciado, momento que avistou um homem em atitude suspeita. Ele deixava o local e no momento que estava prestes a ser abordado, saiu correndo de volta para o imóvel do qual havia saído. Os policiais lograram êxito em...
Continuar lendo...

Traficante é pego com mais de 30 pedras de crack e dinheiro

Mais uma prisão por tráfico de drogas foi realizada em Brusque. Por volta de 00h20, policiais militares flagraram um homem na rua Azambuja, bairro Azambuja, com várias pedras de crack e uma quantia em dinheiro. De acordo com a PM, uma viatura fazia rondas na região, quando localizou o mesmo nas proximidades de um local conhecido pelo tráfico de drogas. Ao perceber a aproximação dos policiais, ele teria dispensado algo e seguido em...
Continuar lendo...

Bandidos jogam carro contra loja para furtar

Um carro foi jogado contra a vidraça de uma loja para que os criminosos cometessem furto. O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (24), na cidade de Tijucas. De acordo com a PM, a guarnição foi acionada para atender ocorrência de furto. Chegando ao local se deparou com um veículo Fiat Tipo,  de placa LXE1917, utilizado para colidir contra a loja e efetuar o furto. No veículo havia uma placa de vende-se, com um telefone, sendo...
Continuar lendo...