Amamenta Brusque segue com atendimento normal

O programa “Amamenta Brusque” segue seu fluxo normal de coleta e doação de leite materno para crianças prematuras em Brusque. A iniciativa da Secretaria da Saúde somente em 2019 realizou 1729 atendimentos, com 160 litros de leite arrecadados.

Segundo a enfermeira e coordenadora do programa, Sheila Neves, apesar da pandemia do coronavírus, o mês de março teve uma coleta de 44 litros, o que é considerado um bom fluxo. Ela considera que isso é reflexo do trabalho feito com as mães por meio da iniciativa, bem como com a busca ativa “Estamos fazendo o trabalho de busca de bebês que nasceram entre março e abril, ligando para essas mulheres para questionar sobre amamentação, tirar dúvidas… O pessoal também pode entrar em contato conosco. O serviço está à disposição, fiquem em casa, mas, se precisar, estamos aqui”, comenta a enfermeira.

Ela agradece as doadoras voluntárias que auxiliam o programa, fundamental para ajudar os bebês prematuros que ficam internados na UTI. “O leite é muito importante. Um litro pode alimentar até 10 recém-nascidos e temos mantido essa ‘constância’ nas coletas”, comemora.

As mães que têm leite em excesso podem comunicar a Secretaria da Saúde no telefone 3255-6800. “Seguimos com atendimento no segundo andar da Policlínica (na Praça da Cidadania). Qualquer mãe que precisar pode contar conosco. Estamos à disposição seguindo todas as normas de segurança”.

A enfermeira explica que, em virtude da Covid-19, a Secretaria da Saúde prioriza o atendimento às mães que amamentam por telefone, mas que há situações específicas em que é necessário o atendimento presencial. “Sabemos o quão importante é para que as pessoas fiquem em casa e nos colocamos à disposição para tirar dúvidas e esclarecer quaisquer perguntas por telefone, mas há casos em que precisamos visualizar o bebê mamando no peito, se for preciso, corrigir alguma posição”, observa

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões