Mitos e verdades: cuidados com a alimentação na pandemia

Vivemos um momento diferenciado. O Coronavírus chegou no Brasil e mudou a rotina dos brasileiros. Não é diferente de outras partes do mundo. Além de todo o cuidado com a saúde, a pandemia alterou os hábitos da população.

Constantemente, ouvimos relatados das pessoas que passaram a se alimentar de uma forma excessiva sem nenhuma prática de atividades físicas durante o isolamento.

A nutricionista, Andresa Nascimento CRN10-3039, em entrevista à Rádio Cidade salientou as principais questões nesse período.

Confira trechos da entrevista

Em tempos de pandemia e de isolamento social, as pessoas têm ficado muito tempo em casa e, consequentemente, se alimentando mais, com e sem qualidade. Qual é a principal recomendação nessas situações?

Mudar o ambiente em que você vive. Em casa, você tem controle sobre tudo. Inclusive alimentos que entram na sua casa. Tenha sempre boas escolhas à disposição baseadas em comida de verdade. Contar sempre com a força de vontade de ficar resistindo às tentações é um “tiro no pé”. Força de vontade acaba!

Exemplo: tentar ficar sem beber cerveja ou reduzir a quantidade com a geladeira cheia de latinhas. O ideal é não ter cervejas a disposição.

Outro exemplo: tentar ficar sem comer chocolate com a casa cheia de opções. O ideal é não ter.

Tentar identificar se você está comendo, porque tem fome real ou porque está ansioso/triste/nervoso (fome emocional).

O aumento da ansiedade e nervosismo devido à situação. Tem algum tipo de alimento que pode ajudar a amenizar isso?

Vivemos num período de inseguranças e incertezas. Isso naturalmente nos deixa mais ansiosos e com medo. Aprender a gerenciar essas emoções é de suma importância para manutenção da imunidade. Estresse causa queda na imunidade. O que as evidências mostram é que chás relaxantes podem ajudar (mas não faz milagre) nessa fase, pois os mesmos possuem propriedades fitoterápicas interessantes como calmantes, relaxantes, indutoras do sono. Exemplo: camomila, cidreira, erva doce, capim limão, melissa.

Há muitas informações de receitas milagrosas nesse sentido. Quais alimentos podem ajudar na melhoria do sistema imunológico e qual a orientação para isso?

A maioria das pessoas sempre quer saber o que acrescentar na sua alimentação para melhorar a imunidade. Como se aquele nutriente específico tivesse o poder de aumentar suas defesas. É um tremendo engano!

Em uma fase como essa que estamos vivendo de pandemia mundial, o mais importante agora é o que devemos excluir da nossa rotina diária de alimentação. É o que as evidências mais fortes mostram. Alimentos ultra processados, ricos em farinhas refinadas, gorduras ruins, açúcares tem um poder imenso na piora da nossa imunidade e qualidade de vida! Reforço que a base da alimentação de todos deveria ser comida de verdade!

Mitos. Começar a tomar vitamina C, vitamina D, zinco agora só por causa da pandemia. Não existem evidências científicas no mundo de que essa prática traga bons resultados em curto prazo.Médio e longo prazos sim, mas defendo o consumo dessas vitaminas e minerais nas melhores fontes: comida de verdade, do que isoladas em cápsulas.

“Shots da imunidade” tem zero evidências científicas. Chá de alho não melhora imunidade. Mas também não piora.

Verdades. Retirada de farinhas, açúcares e óleos refinados imediatamente melhoram sua saúde, consequentemente sua imunidade. O consumo de bebidas alcoólicas em excesso pioram muito sua saúde. c) Consumo de iogurte “de verdade” (ver rotulo com no máximo dois ingredientes na composição) como um alimento probiótico, melhora saúde intestinal, consequentemente nossa imunidade. Substituir alimentos pobres em nutrientes por comida de verdade melhora sua qualidade de vida como um todo.

 A falta de atividades físicas e a alimentação desregrada preocupam os profissionais, no que se refere a consequências, depois que isso passar?

Como nutricionista há mais de nove anos, isso me preocupa demais. O que vejo diariamente na minha prática clínica é bem assustador. 

As consequências são bem graves e é hora de ter medo sim! Não de perder o sono, mas sim de agir, fazer algo que realmente tenha impacto na melhora da sua qualidade de vida como um todo!

Espero que a pandemia covid-19 seja um divisor de águas na vida das pessoas no que diz respeito à valorização da vida e do autocuidado!

Algumas dicas alimentação para esse período?

Coma comida de verdade (dê ênfase às carnes/ovos - todos os tipos – e vegetais). Modere a ingestão de bebidas alcoólicas. Descasque mais, desembale menos. Beba água. Evite alimentos ultra processados. Evite farinhas refinadas. Evite açúcares e óleos vegetais refinados.

Quem desejar mais informações pode acessar as redes sociais de Andresa. Na página no Facebook, Nutricionista Andresa Nascimento e e no Instagram: @nutricionistaandresanascimento . Já o Whatsapp é o (47) 9 9609 5071.

ASSISTA AO VÍDEO

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões