Zen defende uso da tecnologia nas vendas e critica atuação de sindicatos

A situação da pandemia e a restrição de circulação das pessoas têm mudado hábitos e rotinas de todos. O comércio, por exemplo, ficou de portas fechadas em Brusque por cerca de 20 dias e retornou esta semana de forma tímida, devido às restrições impostas pelo governo do estado para evitar aglomero de pessoas. Nisso, uma das saídas para não perder vendas é a utilização de mecanismos e ferramentas online. Porém, muitos comerciantes ainda são resistentes.

Segundo o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Brusque (CDL), Fabricio Zen, não são poucos os empresários na cidade que demonstram essa preocupação. Principalmente com relação a vendas através de cartões de crédito ou débito. A resistência vai desde a falta de conhecimento sobre o manuseio das tecnologias até a insegurança de transações financeiras.

“Tem que aprender a fazer venda online. Muitos lojistas não tem hábito. Temos que buscar nos reinventar, buscar novos meios. Buscar novas funções”, afirma ele.

Zen conta que, embora a retomada das atividades tenha ocorrido em meio a muitas restrições, alguns segmentos estão conseguindo manter o faturamento. Os salões de beleza e corte de cabelos são exemplo disso.

“Existe uma demanda reprimida. Muita gente precisando cortar cabelo. As pessoas estão buscando esses serviços por necessidade. Nos salões de beleza, as pessoas estão segundo o regramento: os clientes estão indo com máscaras”, frisa ele.

Atuação de sindicatos laborais

Fabricio Zen criticou a atuação de sindicatos laborais diante da atual situação de pandemia. Na visão dele, as entidades estariam “se aproveitando” do momento e exigindo medidas para ajustar a situação dos empregados às medidas provisórias emitidas pelo governo federal quanto às relações de trabalho.

Área Azul suspensa

Em entrevista esta manhã ao programa Rádio Revista Cidade, da Rádio Cidade, Zen falou sobre a prorrogação do período em que a Área Azul não terá cobrança de estacionamento nas ruas da cidade. O pedido de suspensão foi feito à Prefeitura em consequência da situação da pandemia. Os colaboradores que atuam no serviço tiveram seus contratos de trabalho suspensos, com recebimento dos salários, durante esse período.

Comprar no comércio local

O presidente da CDL disse, ainda, que é importante a população que for às compras valorizar os estabelecimentos locais.

“Compre aqui no comércio local, na loja de rua, na loja de shopping. Valorize o nossos comércio”, frisa ele.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Incêndio atinge pavimentos de loja no Águas Claras

Por volta das 23h56 de ontem, quinta-feira (18), equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas foram acionadas para atender a um incêndio em um edifício comercial. Foi na rua Florianópolis, bairro Águas Claras. De acordo com os bombeiros, no local a guarnição constatou o incêndio no segundo pavimento de uma loja de confecções, sendo estrutura de alvenaria e madeira na sua grande parte. O fogo atingiu toda a frente da loja e se...
Continuar lendo...

Dia "D" da vacinação será na terça-feira em Brusque

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria da Saúde, realizará na próxima terça-feira (12) o Dia D da vacinação contra a gripe, com um “Drive-thru” em frente à Arena Brusque, das 8 às 18h. Conforme explica a enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Brusque, Natália Cabral Marchi, neste momento serão vacinados o público-alvo da terceira etapa, prioritário para crianças de...
Continuar lendo...

Extinta multa que penalizava tomadores de serviços de outros municípios

A Câmara de Vereadores aprovou nesta terça-feira (14), por unanimidade, o Projeto de Lei Complementar nº 10/2020, que revoga dispositivo do Código Tributário Municipal - Lei Complementar nº 34/1994.A medida extingue multa cobrada pela Prefeitura quando uma empresa ou pessoa física de Brusque que tomou serviços provenientes de outra cidade precisa retificar a Declaração Eletrônica de Serviços Tomados (DEST), de...
Continuar lendo...