Deprecated: strlen(): Passing null to parameter #1 ($string) of type string is deprecated in /home/radiocidade/public_html/home_1/framework/class/Noticia.class.php on line 79
Mudanças marcam reinício das aulas

Mudanças marcam reinício das aulas

As aulas iniciaram hoje (16) na maior parte das 42 escolas que integram a rede municipal de ensino em Brusque. Muitas novidades e mudanças vão integrar o calendário dos mais de nove mil alunos que se deslocarem às escolas diariamente. Entre elas estão a mudança de direção em praticamente todas as unidades, concurso público para os cargos de secretariado e obras de reforma e atraso no inicio das aulas em alguns educandários, em função dos danos provocados pelas cheias.

Com relação a este último tópico, os estudantes do Centro de Educação Infantil Tia Lourdes, no Bairro Alsácia, foram transferidas para outro espaço, com transporte garantido. Em quatro unidades as aulas retomam apenas na quarta-feira (18). São eles:  CEI Tia Lourdes,  Escola Georgina Ramos da Luz, Escola Poço Fundo e Escola Augusta Dutra. Outras três unidades iniciam o ano letivo somente dia 25: CEI Alberto Preti, Escola Oscar Maluche e Escola Ângelo Dognini. No caso da Escola Ângelo Dognini, a secretaria de Educação vai definir um ovo espaço, provisório, já que a unidade passará por reformas. 

De acordo com a secretária de Educação, Gleusa Fischer, todas as escolas terão os cargos de direção substituídos. "Não por falta de competência, mas para que houvesse a mudança que foi proposta em toda a campanha de governo", destaca ela, afirmando que poderá haver concurso público para preenchimento dos cargos de secretariado nas escolas. Os critérios para a escolha dos nomes, segundo Gleusa, se darão por formação, qualificação e o perfil.

No transporte escolar, há um grande problema, por conta da dívida que ficou da última administração, alega a secretária. "Já colocamos a situação de antigas dívidas em dia. Há duas modalidades de transporte, uma é convênio com o Estado para que o memso repasse de parte do valor e o resto o município completa, para alunos da rede estadual. No governo passado, a prefeitura não interava o valor fazendo com que fosse dado parcialmente o transporte" alega.

O transporte escolar na rede municipal é feito por transportadores particulares e o poder público vai rever a forma como foram feitos os contratos com as mesmas. Em relação ao patrimônio, espaço físico escolar, foram encontrados muitos problemas Gleusa alega que as escolas estão numa situação calamitosa e não só por conta da catástrofe em novembro, mas por falta de manutenção no decorrer do tempo. Isso inclui equipamentos e móveis. Um exemplo é a  Escola de Ensino Fundamental Ângelo Dognini, no Bairro Planalto, que foi interditada. De acordo com a secretária, a única escola habilitada para atividades de Esportivas de Educação Física é a João Hassmann.

Dúvidas ou Sugestões