Município de Penha coloca barreiras físicas utilizando tubos e entulhos

A Prefeitura de Penha está utilizando como barreiras para impedir passagem em algumas entradas no município, tubos, entulhos e brita. Essa ação motivou o Ministério Público (MP) instauração de procedimento preliminar de investigação para apurar a legalidade das barreiras físicas.

Em entrevista ao jornal Diarinho, o promotor Luís Felipe de Oliveira Czesnat, de Balneário Piçarras, disse que irá verificar se existe irregularidade nas barreiras físicas. Ele antecipou que através de uma conversa prévia com a polícia Militar e indo até o local, foi constatado que as barreiras físicas são pra direcionar a população aos acessos principais da cidade.

A medida é para que exista a fiscalização através da barreira sanitária e para que as pessoas não percam o efeito da quarentena. O MP entende que as barreiras nas entradas das cidades servem para que a vigilância sanitária faça o trabalho de medição da temperatura, além das orientações e cuidados sobre o covid-19. “Não podem fechar totalmente a cidade, mas por questão de logística, para fazer essas barreiras sanitárias, eles podem limitar alguns acessos”, explica MP.

Nesse caso é compreensivo que o acesso a cidade seja feita por apenas uma local, facilitando o trabalho de monitoramento por parte da vigilância sanitária. Mas mesmo assim haverá investigação sobre a situação, pois moradores da região bloqueada se sentem prejudicados.

Fonte: O Diarinho

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões