Brasil e EUA estreitam parcerias na área da saúde

Nesta quinta-feira (2), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, se reuniu com o embaixador dos Estados Unidos da América (EUA) Todd C. Chapman, para tratar de parcerias na área da saúde entre os países no enfrentamento da pandemia da Covid-19. O objetivo é unir esforços na área de produção de insumos e equipamentos.

Participaram do encontro o embaixador e ministro de Estado das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; o embaixador e secretário Geral do Ministério das Relações Exteriores, Otávio Brandelli; representante do Departamento de Saúde e Serviços Humanos da Embaixada dos EUA no Brasil, Amy Dubois; e o conselheiro de Meio Ambiente, Ciências, Tecnologia e Saúde da Embaixada dos EUA no Brasil, Pablo Valdez.

Durante a reunião, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta disse que o Brasil está aberto para conversar sobre novas parcerias em saúde na área de tecnologia, assistência, produção de insumos e materiais, como fabricação nacional de equipamentos de proteção.

 

FOTO: Ministério da Saúde.

Todd lembrou que os dois países já possuem parcerias em saúde para o combate de outras epidemias, como a do vírus zika. “Empresas americanas estão interessadas em investir na produção de uma vacina para o coronavírus”, comentou o embaixador Chapman. O ministro da Saúde se mostrou aberto à parceria.

Outro ponto foi a questão da produção de máscaras N95, específicas para uso de profissionais da saúde. O ministro da Saúde ressaltou a capacidade brasileira na produção desses insumos, dependendo da matéria prima de outros países para produção. O embaixador americano vai analisar a viabilidade de intermediar o acesso do material para um eventual abastecimento dos países das Américas do Norte, Central e do Sul.

“Temos aqui no Brasil uma indústria que conseguiria fazer 1,5 milhão de máscaras N95 por mês, mas precisamos da matéria prima. Além disso, fábricas que podem produzir 8 mil respiradores por mês, que antes produziam de 300 a 400 equipamentos”, pontou o ministro da Saúde durante o encontro. O embaixador completou que “alianças são usadas para combater ameaças de fora, como o vírus”, em referência à pandemia que está atingindo o Brasil e o mundo.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Demissões no setor de transporte crescem em Brusque

O setor de transporte tem enfrentado uma onda de demissões por conta da pandemia do Coronavírus. Na cidade de Brusque não é diferente. Dados do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte (SINTRAB) apontam que quase cem desligamentos já ocorreram desde o início da crise, na metade de março. Entre empregados de empresas de transporte coletivo e de cargas, as rescisões de contratos de trabalho chegaram a 70 na última semana. E mais...
Continuar lendo...

Reunião de prefeitos discute credenciamento de leitos para UTIs

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, participou na manhã desta segunda-feira (25) da 482ª Assembleia Geral Ordinária da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI). O encontro foi realizado através de videoconferência pelo presidente da entidade, Matias Kohler, prefeito de Guabiruba, com os demais chefes de executivos e contou com a participação da Deputada Federal Carmen Zanotto, Presidente da Frente...
Continuar lendo...

Homem é preso por tráfico de drogas no bairro Santa Rita

No domingo (05), por volta de 22h49min, no bairro Santa Rita, uma guarnição em rondas visualizou um veículo suspeito de realizar tráfico de drogas, diante da suspeita, foi realizada a abordagem. Havia um casal no do veículo, foi efetuada a busca pessoal e veicular. No interior do carro foi encontrado 500 micro pontos de droga sintética LSD, questionado, o homem assumiu ser o proprietário da droga e que além de comercializar ele...
Continuar lendo...