Vídeo: Veículo capota na Avenida Primeiro de Maio

Na tarde desta terça-feira (31), por volta das 12h30, na avenida Primeiro de Maio, bairro Centro II, duas viaturas da polícia Militar foram acionadas para atender capotamento ocasionado por colisão de veículos.

O acidente ocorreu próximo a Rádio Cidade. Segundo informações apuradas no local, o carro Hiundai estava parado, quando o Toyota SW4 colidiu lateralmente com veículo parado e capotou.

De acordo, com a polícia o motivo do capotamento, conforme disse o motorista, foi um defeito na roda do veículo.

No vídeo enviado à Rádio Cidade, o motorista seguia no sentido no centro/bairro quando bateu e capotou. O motorista não apresentava nenhuma lesão, estava consciente e conversando. 

Assista o Vídeo abaixo:

Vídeos

Capotamento na Primeiro de Maio"
Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Empregados protestam contra empresa por salários atrasados

Um grupo de funcionários da empresa Favo Malhas realizou nesta segunda-feira (27) um protesto por conta de atraso de salários. O manifesto ocorreu em dois momentos: pela manhã, na sede do sindicato laboral (Sintrafite) e à tarde, no pátio da própria empresa, no Bairro Nova Brasília, em Brusque. O protesto reuniu cerca de 50 dos 300 empregados que a Favo possui atualmente. Eles estão com as atividades paralisadas há algumas...
Continuar lendo...

Arcanjo chama atenção esta tarde próximo ao hospital

A presença do helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, no terreno próximo ao hospital de Azambuja, em Brusque, chamou atenção de quem passava pelo local no início desta tarde. Quando a aeronave pousa naquele espaço, é porque algo de muito grave ocorreu e alguma vítima está precisando de apoio. A reportagem apurou que a estadia do helicóptero se deu por conta de um acidente grave que ocorreu por...
Continuar lendo...

Cremesp denuncia instituto por invalidar 20 mil amostras

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) informou que fez denúncia ontem (10) sobre o Instituto Adolfo Lutz ao Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) e à Secretaria de Estado de Saúde por indícios de irregularidades no armazenamento de cerca de 20 mil amostras que deverão passar por testes de covid-19. O conselho abriu também sindicância para investigar as responsabilidades dos...
Continuar lendo...