Campeonato Catarinense continua paralisado sem previsão de retorno

 

No dia 15 deste mês, a CBF suspendeu todos os jogos nacionais sob sua tutela, mesmo os em andamento, por prazo indeterminado, devido a pandemia do coronavírus. Logo em seguida, no dia 16, o Campeonato Catarinense também sofreu paralisação sem previsão de volta aos gramados. Nesta quarta-feira (25), dez dias após a primeira paralisação dos gramados, Danilo Rezini, presidente do time Brusque FC, em entrevista para Rádio Cidade contou sobre suas expectativas para volta dos campeonatos.

Danilo conversou na tarde desta terça-feira(24), com o presidente da federação catarinense de futebol, Rubens Angelotti. Nesta conversa Rubens teria informado a continuidade da espera pelos próximos acontecimentos para definir o futuro dos gramados, apesar de se manter otimista sobre o assunto. Sendo estipulado entre dez a quinze dias para começarem a ser revistas as possibilidades de movimentação. Também foi informado, uma futura reunião com os presidentes dos dez clubes da primeira divisão do futebol catarinense, em busca de uma alternativa satisfatória para todos.

“Se a volta para os gramados não demorar muito, teremos condição de completar o campeonato como ele foi pré estabelecido. Isto porque há a possibilidade de colocar esses dias como férias e usar as férias de dezembro para completar o campeonato, essa é uma das ideias a nível nacional. Consequentemente vai ter data para fazermos nosso campeonato catarinense também.” Informou Danilo.

O presidente permanece no aguardo, com expectativa, devido ao caminho positivo do Brusque até o momento. Relembra, também, a importância de manter os cuidados neste período de quarentena.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões