Presidente determina serviços que não podem parar

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou neste sábado (21), decreto e Medida Provisória com objetivo de garantir a aquisição de bens, serviços e insumos destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus. Entre outras determinações, os documentos regulamentam os serviços essenciais que não devem ser interrompidos durante o período de combate à doença.

A medida dá segurança aos serviços públicos e atividades essenciais consideradas indispensáveis ao atendimento das necessidades da população que não podem esperar o fim da pandemia. Ainda considera aqueles que, se não atendidos, colocam em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança dos brasileiros.

Veja a lista completa:

I - assistência à saúde, incluídos os serviços médicos e hospitalares;

II - assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

III - atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos;

IV - atividades de defesa nacional e de defesa civil;

V - transporte intermunicipal, interestadual e internacional de passageiros e o transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;

VI - telecomunicações e internet;

VII – captação, tratamento e distribuição de água;

VIII - captação e tratamento de esgoto e lixo;

IX - geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e de gás;

X - iluminação pública;

XI - produção, distribuição, comercialização e entrega, realizadas presencialmente ou por meio do comércio eletrônico, de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;

XII - serviços funerários;

XIII - guarda, uso e controle de substâncias radioativas, de equipamentos e de materiais nucleares;

XIV - vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias;

XV - prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais;

XVI - vigilância agropecuária internacional;

XVII - controle de tráfego aéreo, aquático ou terrestre;

XVIII - compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais de instituições financeiras;

XIX - serviços postais;

XX - transporte e entrega de cargas em geral;

XXI - serviço relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas neste Decreto;

XXII - fiscalização tributária e aduaneira;

XXIII - transporte de numerário;

XXIV - fiscalização ambiental;

XXV - produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados;

XXVI - monitoramento de construções e barragens que possam acarretar risco à segurança;

XXVII - levantamento e análise de dados geológicos com vistas à garantia da segurança coletiva, notadamente por meio de alerta de riscos naturais e de cheias e inundações;

XXVIII - mercado de capitais e seguros;

XXIX - cuidados com animais em cativeiro;

XXX - atividade de assessoramento em resposta às demandas que continuem em andamento e às urgentes;

XXXI - atividades médico-periciais relacionadas com o regime geral de previdência social e assistência social;

XXXII - atividades médico-periciais relacionadas com a caracterização do impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial da pessoa com deficiência, por meio da integração de equipes multiprofissionais e interdisciplinares, para fins de reconhecimento de direitos previstos em lei, em especial na Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015 - Estatuto da Pessoa com Deficiência; e

XXXIII - outras prestações médico-periciais da carreira de Perito Médico Federal indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Ex-aluna da UNIFEBE é finalista do prêmio Professor Transformador

A egressa do curso de Pedagogia do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE), Graziela Boaszczyk Dalcastagner é uma das finalistas do prêmio Professor Transformador. Com o Projeto Amigos da Horta, a professora da turma de Educação Infantil do Sesi Escola, em Brusque, está entre os três finalistas, sendo a única iniciativa selecionada de Santa Catarina. O prêmio nacional, promovido pela BETT Educar, visa reconhecer projetos inovadores,...
Continuar lendo...

Governador Carlos Moisés sinaliza prorrogação de isolamento social no Estado em reunião com prefeitos

O governador Carlos Moisés sinalizou neste domingo, 29, que deve prorrogar as medidas de isolamento social em Santa Catarina por mais tempo durante uma reunião com os prefeitos das maiores cidades do Estado e os presidentes das 21 Associações de Municípios. De acordo com o chefe do Executivo estadual, a retomada gradual de alguns serviços não essenciais depende da preparação do sistema de saúde para a crise do...
Continuar lendo...

Campeonato Catarinense continua paralisado sem previsão de retorno

  No dia 15 deste mês, a CBF suspendeu todos os jogos nacionais sob sua tutela, mesmo os em andamento, por prazo indeterminado, devido a pandemia do coronavírus. Logo em seguida, no dia 16, o Campeonato Catarinense também sofreu paralisação sem previsão de volta aos gramados. Nesta quarta-feira (25), dez dias após a primeira paralisação dos gramados, Danilo Rezini, presidente do time Brusque FC, em entrevista para...
Continuar lendo...