Governo fecha divisas com PR e RS para veículos de transporte coletivo e proíbe a permanência de pessoas em praias e parques

O governador Carlos Moisés emitiu novo decreto nesta quinta-feira (19) com mais duas restrições para evitar a aglomeração de pessoas em Santa Catarina. A ação faz parte de um conjunto de iniciativas do Executivo estadual para tentar conter a propagação do novo coronavírus. As novas medidas proíbem a circulação e ingresso de veículos de fretamento e transporte coletivo, público ou privado, de passageiros no Estado, além da concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, a exemplo de parques, praças e praias.

Este novo documento altera o decreto anterior, uma vez que a intenção do Estado é centralizar todas as medidas em um único ofício. Em entrevista à imprensa concedida de forma online, o governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, ressaltaram que o número de casos confirmados em Santa Catarina triplicou em três dias, saltando de 7 para 21, e por isso existe a necessidade de medidas mais duras para bloquear este crescimento.

“Temos pesquisa que mostram que em locais onde essas medidas de restrição não foram feitas, o vírus se propagou muito mais rapidamente. Fazemos um apelo à população: só as medidas do Governo não adiantam se não contamos com a boa vontade das pessoas. Precisamos ter a parceria do público. Esse é um ato de responsabilidade para mitigarmos o efeito dessa pandemia", destacou o governador.

O secretário da Saúde também salientou que o Estado está tomando medidas para a proteção e treinamento dos profissionais da área da saúde, como a aquisição de testes rápidos, que em breve deverão ser disponibilizados. Estes testes serão realizados nos profissionais da saúde e naqueles que estão mais expostos a riscos às situações de contágio, como bombeiros e policiais. Os testes também serão usados para a detecção de pacientes que estiverem em situação grave.

Portaria delimita produção mínima industrial na região Sul

O Governo do Estado também emitiu uma nova portaria para delimitar que apenas as indústrias das regiões onde há transmissão comunitária devem continuar a operar em sua capacidade mínima necessária. No atual momento, apenas a região Sul, com seus 45 municípios, possui esse tipo de restrição.

O documento também autoriza serviços de manutenção corretiva em elevadores em geral. No caso de elevadores utilizados em unidades que prestam serviços essenciais, tais como hospitais, também estão autorizados serviços de prevenção.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Sobe para 3.904 casos confirmados de coronavírus e 111 mortes no Brasil

Subiu para 3.904 os casos confirmados de coronavírus no Brasil. O número de óbitos também aumentou para 111. De acordo com informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde, até as 16h deste sábado (28), as mortes estão localizadas nos estados do Amazonas (1), Ceará (1), Pernambuco (5), Piauí (1), Rio de Janeiro (13), Goiás (1), Paraná (2), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul...
Continuar lendo...

Vídeo: Confira a movimentação das principais ruas de Brusque nesta sexta-feira (20)

Nesta sexta-feira (20), Brusque esteve com aparência atípica em seu Centro. As ruas frequentemente ocupadas por pedestres e ciclistas estavam quase vazias, com exceção de duas pessoas na rua Conselheiro Rui Barbosa e alguns carros e motocicletas nas rua Bepe Rosa e Rodovia Antônio Heil. O principal motivo foram as últimas medidas tomadas pela CDL de Brusque, com base no decreto estadual, com a finalidade da conter o vírus COVID-19....
Continuar lendo...

Agentes financeiros interessados em operar o Funcafé devem se manifestar até 22 de abril

A Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou uma chamada pública às instituições financeiras integrantes do Sistema Nacional de Crédito Rural que se interessem em operar os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) na safra 2020/2021. O prazo para manifestação será até 22 de abril de 2020. No total serão R$ 5,71...
Continuar lendo...