Presidente da Acibr: "O momento é de pensar na saúde, mas teremos dias difíceis no aspecto econômico"

Participou na manhã desta quinta-feira (19) da programação do Rádio Revista Cidade a presidente da Associação da Associação Empresarial de Brusque, Rita de Cassia Conti, e conforme ela o momento é de acatar o decreto, pensar na saúde da população, mas ela prevê dias difíceis no aspecto econômico.

Conforme ela, algumas empresas e indústrias estão funcionando com baixa no quadro funcional. “Estamos dentro do decreto, diminuindo o número de trabalhadores dentro das empresas, seguindo o grupo de risco, quem não tem transporte, isso por si só já seleciona, e dentro dos locais de trabalho estão seguindo as regras de distanciamento e higiene, mas acredito que com o passar dos dias tudo ficará parado”, explicou ela.

De acordo com Rita é um ciclo. “Pensamos somente no comércio e indústrias, mas, por exemplo, as transportadoras estão parando, então não adianta eu ter a produção se não vou entregar, uma coisa vai puxando a outra”, destacou ela.

A presidente também afirma que os dias são incertos e muitas são as dúvidas ainda sobre o que acontecerá. “Existe uma grande interrogação das empresas de como proceder com os seus trabalhadores, que seriam três maneiras, uma delas, férias, outra banco de horas, e fracionamento de férias, antecipação de feriados. No decorrer desse período é que saberemos o que acontecerá, o importante agora é ter compreensão de ambas as partes, o bom senso, a empresa pensar o que pode fazer e o empregado também entender a situação e pensar na nossa saúde, na nossa vida”, frisa Rita.

Sobre a burocracia

Rita salienta que a nível estadual tudo está parando, mas enfatiza que no âmbito nacional a burocracia segue. “Um das possibilidades é o congelamento dos tributos para que a gente possa retomar depois que isso passar, para que não tenhamos falência. Por que estamos parados em nível estadual, mas nacional segue. Por exemplo, quem paga um salário de R$ 1,200 em tributos gera para o empregador em torno de R$ 800,00 então isso pode complicar a vida financeira de algumas empresas nesse período, vamos precisar da sensibilidade do governo também”, disse a presidente.

 

 

 

 

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Federação anuncia férias até 25 de abril

A Federação Catarinense de Futebol de Campo informou aos clubes do Estado que entrará em férias de 25 de março até o dia 25 de abril. Com isso, o Campeonato Estadual segue suspenso até a data de retorno, 25 de abril, bem como os torneios de categorias de base que já tinham iniciado. Após o dia 25 de abril, ainda haverá um tempo para preparação dos clubes visando as competições que já...
Continuar lendo...

Incêndio destroi oito mil metros de vegetação no Thomaz Coelho

A onda de incêndios em vegetação na cidade de Brusque continua. Nesta quinta-feira (28), outra ocorrência no início da tarde movimentou equipes dos bombeiros. Desta vez foi no bairro Thomaz Coelho, por volta de 12h50. Nesse horário, a equipes foi acionada para atender um incenda ocorrência na rua Rudolf Dalagnolli. No local, os bombeiros constataram que se tratava de incêndio em vegetação rasteira em um morro, sendo queimados,...
Continuar lendo...

Ação social beneficia escola com cobertura da quadra

A Escola de Ensino Fundamental Isaura Gouveia Gevaerd, localizada no bairro Thomaz Coelho, ganhou a cobertura para o pátio dos fundos da unidade de ensino. A maior parte do recurso foi doada por jovens da Ordem Demolay, que organizam anualmente o evento Hamburgueria Demolay. O restante ficou a cargo da Associação de Pais e Professores (APP). “Nosso grupo é formado por jovens de 12 a 21 anos e tem caráter filantrópico, voltado a ajudar escolas....
Continuar lendo...