Doações ao FIA podem ser feitas através da Declaração do Imposto de Renda

Começa agora, no mês de março até o fim do mês de abril as declarações de imposto de renda de pessoa física, obrigatório no Brasil. Quem for fazer a declaração completa e tiver um valor a pagar para o governo, tem a opção de doar até 6% para o FIA (Fundo para Infância e adolescente), sendo pessoa física e 1%, como pessoa jurídica. Atualmente, o Conselho Municipal da Criança e Adolescente (CMDCA) é quem gere esse fundo na cidade de Brusque.

Todo recurso arrecadado para o FIA é utilizado somente para trabalhos com crianças e adolescentes da cidade de Brusque. Neste mês será lançado o edital para as instituições cadastradas, através de projetos elas irão apresentar para o CMDCA. Eles serão avaliados e os projetos aprovados, recebem o recurso pedido, para realizar suas atividades durante o ano. Este ano, o valor destinado será de até 20 mil reais por instituição, porque o atual valor do fundo é baixo.

Malisa Bruns, conselheira no CMDCA através do Grupo Escoteiro Brusque, em entrevista para Rádio Cidade, explicou mais sobre as doações ao FIA. “Esse dinheiro que elas recebem para aplicar nas suas atividades, que são muito necessárias em nossa cidade, é através do fundo da criança e adolescente. Porém, hoje, nós temos uma dificuldade dentro de Brusque, pois as pessoas não sabem que podem doar através do Imposto de Renda, sem pagar nada mais por isso. É uma doação daquilo que elas já vão pagar ao governo”, contou ela.

A conselheira pede a comunidade brusquense para realizarem a doação ao FIA, com a consciência de que o dinheiro será usado para projetos de atendimento às instituições de crianças e adolescentes dentro da cidade. Hoje, Brusque tem a capacidade para receber cerca de 1,2 milhões de reais através da doação para o fundo. “Ano passado a gente recebeu mais ou menos 90 mil reais. Então é um valor muito risório para aquilo que Brusque tem capacidade de as pessoas fazerem na sua dedução.”

Outro ponto ressaltado por Malisa é a importância de incluir que o Fundo Municipal de sua doação é o de Brusque, pois assim, o dinheiro irá diretamente para conta do FIA. “O dinheiro que entra nessa conta do FIA é utilizado somente para projetos com crianças e adolescentes. Dentro desses projetos aprovados pelo CMDCA, eles são bem transparentes. Se alguém tiver alguma dúvida, pode ligar para o CMDCA, na secretária dos conselhos”, explicou ela sobre as doações, pois eles possuem todas as informações dos projetos nos quais o dinheiro foi aplicado.

Nem sempre as atividades são ligadas diretamente às crianças, por vezes são realizadas com os profissionais ou cuidadores delas, como foi o exemplo da APAE, no ano anterior (2019). A associação usou o dinheiro em seu projeto de capacitação dos professores.

Apesar de pelo Imposto de Renda ser possível doação apenas por meio da declaração completa, as demais pessoas também podem fazer sua doação diretamente pela conta do FIA. Sem valor mínimo ou máximo.

Aos interessados em fazer sua doação, seguem a baixo, informações da conta do FIA Brusque para depósitos:

Caixa Econômica Federal – Banco: 104

Agência: 0412; Operação: 006  Conta Corrente: 223-1

CNPJ 18.204.092/0001-97

(47) 3251 1833

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Jovem brusquense morre em São João Batista

Um jovem identificado como Gabriel, 23, morador de Brusque, desapareceu após entrar na Cascata dos Fernandes em São João Batista. No entanto, ainda hoje (13), o Corpo de Bombeiros confirmou o óbito da vítima após encontrarem o corpo na água. De acordo com informações dos Bombeiros, o afogamento deve ter ocorrido por volta as 15h30 deste domingo. A cascata fica na estrada geral do bairro Fernandes, em São...
Continuar lendo...

Indústrias metalúrgicas de Brusque demitiram mais de 500

A pandemia do Coronavírus impactou de forma significativa na economia em diversos setores. Em Brusque, o metalúrgico e metalomecânico também se viu obrigado a promover desligamento de pessoal para ajustar as empresas à realidade financeira provocada pela crise econômica. De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas de Brusque (SIMEBR), o empresário Edemar Fischer, a situação afetou,...
Continuar lendo...

Sindicatos dos empregados e dos empresários da construção civil fazem acordo emergencial sobre regras trabalhistas na pandemia

Os sindicatos dos trabalhadores, SINTRICOMB, e dos empresários, SINDUSCON, na indústria da construção civil e do mobiliário de Brusque e região assinaram nesta quinta-feira, 9, um Termo Aditivo na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) por conta dos reflexos da pandemia do Coronavírus. As alterações dizem respeito a regras relacionadas às Medidas Provisórias (MPs) 927 e 936, do governo federal, e que...
Continuar lendo...