Prefeitura anuncia novas medidas de combate ao coronavírus

Em reunião do grupo gestor na tarde desta terça-feira (17) ficou decidido suspender por trinta dias, com possibilidade de prorrogação, as aulas nas escolas e centros de educação infantil municipais de Brusque. A medida vale a partir desta quinta-feira (19), mas os estudantes terão as faltas abonadas em caso de não comparecimento entre terça e quarta-feira (18). A orientação é a mesma do Decreto Estadual, que suspendeu as aulas em todos os estabelecimentos públicos e privados em Santa Catarina. O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, decidiu seguir a mesma linha de prevenção em relação a propagação do COVID-19.

Segundo a secretária de Educação, Eliani Busnardo Buemo, neste período de suspensão das aulas, quinze dias será a título de antecipação do recesso escolar do mês de julho e a outra metade, será compensada em calendário suplementar a ser definido. “Entendemos que o problema é de saúde pública. Deste modo, acompanhamos o Decreto do Governo do Estado de Santa Catarina, que suspende todas as atividades. No nosso caso, da rede municipal, as creches e as escolas de ensino fundamental. Nós também entendemos que tudo o que se faz antes de uma pandemia parece exagero, mas o que se faz depois parece que foi pouco. Então, de forma bastante responsável vamos fazer isso nesse momento”, ressalta.

A partir da próxima segunda-feira (23), a Secretaria de Saúde abrirá o Centro de Triagem para Doenças Respiratórias na Arena Brusque, com a presença de seis médicos, que atenderão em dois turnos entre 8h e 17h, sem fechar para o almoço. O local será específico para pacientes com sintomas respiratórios agudos. Detalhes sobre a operação deste novo posto avançado, serão divulgados em breve.

Com a suspensão das aulas, a prefeitura também decidiu fechar por um mês as visitas ao Parque das Escultura, Zoobotânico e Parque Leopoldo Moritz. A medida visa evitar aglomerações em espaços públicos municipais.

“Determinei o fechamento das escolas municipais - incluindo as creches - e particulares, para evitar a proliferação do Coronavírus. E vamos abrir o serviço de pronto-atendimento para os pacientes com sintomas da doença, para atender de maneira adequada e triar os pacientes. É importante que cada um se proteja para evitar problemas maiores”, ressalta o prefeito.

Para o secretário de Saúde, Humberto Fornari, a criação de um espaço exclusivo para os pacientes que apresentem sintomas de doença respiratória aguda é muito importante. “Pacientes com tosse, gripe, febre, catarro, falta de ar. Todos vão ter um espaço exclusivo a partir de segunda-feira, para que os atendimentos não apresente risco a outros pacientes”, explica.

Outra medida tomada foi a mudança de faixa etária dos servidores que serão afastados das atividades funcionais. A partir de agora, os concursados, ACT’s, comissionados ou terceirizados, com 60 anos ou mais, estão dispensados do trabalho, sendo recomendado aos mesmos ficarem em casa para evitar contato com o público.

A empresa Nosso Brusque, que opera o sistema de transporte público, será notificada oficialmente em relação a limpeza dos ônibus. Caberá a Secretaria de Trânsito acompanhar e fiscalizar o trabalho, com o objetivo de reduzir possíveis transmissão da doença.

A Prefeitura de Brusque informa ainda que as reuniões de avaliações do avanço da doença em Santa Catarina e as consequências que poderão ocorrer na cidade, assim como as medidas a serem tomadas, passaram a ser diárias. Nestes encontros, participam além do prefeito Jonas Paegle e do vice-prefeito Ari Vequi, várias secretarias municipais, que vão avaliar e tomar as decisões visando o bem estar da sociedade.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões