Projeto Amor pela Costura inicia novas turmas

No início do mês de março, o projeto ‘Amor pela Costura’ iniciou uma nova e importante fase com a ampliação das turmas e opções de mais horários para homens e mulheres interessados em aprender a arte de costurar. Isso porque desde o dia 2 de março novos alunos passaram a ser atendidos, com aulas no período da manhã e da tarde, nas dependências da Uniasselvi Brusque, e à noite, na sede da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr).  A parceria firmada entre a instituição de ensino e a AmpeBr ampliou o número de pessoas atendidas pelo projeto: ao todo, 150 novos alunos iniciaram o curso, em sua segunda fase.

 

Demanda

No mês de fevereiro, 39 pessoas concluíram as primeiras turmas do projeto e receberam o certificado de conclusão do curso, oferecido de forma gratuita. Com a grande procura e com uma lista de espera de cerca de 600 pessoas, a AmpeBr buscou parcerias, como a da Uniasselvi, que cedeu salas de aula e maquinário. “Com isso conseguimos aumentar de quatro para dez turmas de 15 pessoas. Estamos muito felizes, pois são homens e mulheres que nunca costuraram e agora estão tendo essa oportunidade. São alunos das mais diversas partes do Brasil, além de outros países, como do Haiti, e o objetivo é capacitar essas pessoas, para que elas estejam aptas para atuar no mercado de trabalho que precisa dessa mão de obra tão necessária na nossa região”, comentou a diretora da AmpeBr, Neide Dalsenter.

O curso é uma iniciativa, das profissionais da área, Marlei Salete Machado e Maria Isabel Daroceski, e ganhou força com o apoio da AmpeBr desde outubro de 2019.

 

Boas expectativas

Francieli Florentin, 40 anos, é uma das novas alunas do ‘Amor pela Costura’.  Moradora do bairro Limeira, ela soube da capacitação através da divulgação da imprensa e foi atrás de informações para poder se inscrever. Natural de São Paulo, há dez anos ela reside em Brusque e após ter trabalhado em uma empresa metalúrgica, buscou no curso uma nova oportunidade de vida. “Tenho uma máquina de costura em casa, mas não sabia mexer. Então resolvi fazer o curso, pois acredito que é uma ótima oportunidade. Quero muito aprender, inovar, e quem sabe no futuro ter a minha própria confecção”, declarou entusiasmada.

 

Novo case

A presidente em exercício da Federação das Associações das Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Fampesc), Rose Dedekind, conheceu de perto o projeto no último dia 3 de março e ressaltou o impacto social do mesmo. “É mais um case de sucesso da AmpeBr feito com louvor. Sem dúvida por ser oferecido de forma gratuita não é algo que encontramos sempre. E esse incentivo é de grande valia, pois faz parte do associativismo e das micro e pequenas empresas”, avaliou.

Da mesma forma a diretoria da Uniasselvi, Simone Dalbosco, enalteceu a parceria com a AmpeBr, que só fortalece o projeto e traz resultados significativos. “Sem dúvida para a Uniasselvi é um momento ímpar. Cada vez mais precisamos de mão de obra qualificada e profissionais para o mercado de trabalho e nos sentimos muito sensibilizados para participarmos dessa parceria, pois sabemos que o projeto terá resultados muito positivos para ambas as instituições e para a comunidade”, comentou

 

Saiba mais

A duração do curso é de três meses e a capacitação é feita com material didático, aulas teóricas e práticas. Ao final do curso, todas os participantes que cumprem a frequência determinada, receberão um certificado.

O curso já está com todas as vagas preenchidas, entretanto interessados devem entrar em contato, através do telefone: (47) 9.8880-6320, para mais informações e para lista de espera.

Associados da AmpeBr, da área de confecção, que tenham interesse na contratação posterior das costureiras, também podem entrar em contato com a entidade, através do telefone (47) 3351-3811.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Brusque registra novos casos de Covid-19 nesta terça-feira

A cidade de Brusque registrou mais 28 casos de Covid-19 nesta terça-feira (23). Os dados integram o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no final desta tarde. Agora, são 362 casos de pessoa sinfectadas pela doença desde o início da pandemia.  Ainda conforme o boletim, há 167casos ativos. Isso porque o total de pessoas recuperadas é de 195. Os números também mostram que...
Continuar lendo...

Morre guabirubense que estava internado na UTI em Gaspar

Faleceu na tarde desta terça-feira, em Gaspar, o paciente de Guabiruba que estava internado após ser infectado por Coronavírus. Orides Nuss, 61 anos, estava na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que comunicou seu falecimento para a Secretaria Municipal da Saúde de Guabiruba hoje. Orides havia sido internado em Gaspar na semana passada, depois de ser diagnosticado com Covid-19, ser levado para o hospital de...
Continuar lendo...

Guabiruba mantém pagamento de bolsas para que técnicos e atletas

Assim como muitos setores, o esporte de Guabiruba também precisou se adaptar aos tempos de pandemia. Desde março, quando foram divulgadas as instruções do governo estadual relativas à paralisação dos esportes, a Secretaria de Esportes, Lazer e Assuntos para a Juventude de Guabiruba estudou junto à administração municipal formas de manter os benefícios pagos pelos programas Bolsa-técnico e Bolsa-atleta....
Continuar lendo...