Projeto Amor pela Costura inicia novas turmas

No início do mês de março, o projeto ‘Amor pela Costura’ iniciou uma nova e importante fase com a ampliação das turmas e opções de mais horários para homens e mulheres interessados em aprender a arte de costurar. Isso porque desde o dia 2 de março novos alunos passaram a ser atendidos, com aulas no período da manhã e da tarde, nas dependências da Uniasselvi Brusque, e à noite, na sede da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr).  A parceria firmada entre a instituição de ensino e a AmpeBr ampliou o número de pessoas atendidas pelo projeto: ao todo, 150 novos alunos iniciaram o curso, em sua segunda fase.

 

Demanda

No mês de fevereiro, 39 pessoas concluíram as primeiras turmas do projeto e receberam o certificado de conclusão do curso, oferecido de forma gratuita. Com a grande procura e com uma lista de espera de cerca de 600 pessoas, a AmpeBr buscou parcerias, como a da Uniasselvi, que cedeu salas de aula e maquinário. “Com isso conseguimos aumentar de quatro para dez turmas de 15 pessoas. Estamos muito felizes, pois são homens e mulheres que nunca costuraram e agora estão tendo essa oportunidade. São alunos das mais diversas partes do Brasil, além de outros países, como do Haiti, e o objetivo é capacitar essas pessoas, para que elas estejam aptas para atuar no mercado de trabalho que precisa dessa mão de obra tão necessária na nossa região”, comentou a diretora da AmpeBr, Neide Dalsenter.

O curso é uma iniciativa, das profissionais da área, Marlei Salete Machado e Maria Isabel Daroceski, e ganhou força com o apoio da AmpeBr desde outubro de 2019.

 

Boas expectativas

Francieli Florentin, 40 anos, é uma das novas alunas do ‘Amor pela Costura’.  Moradora do bairro Limeira, ela soube da capacitação através da divulgação da imprensa e foi atrás de informações para poder se inscrever. Natural de São Paulo, há dez anos ela reside em Brusque e após ter trabalhado em uma empresa metalúrgica, buscou no curso uma nova oportunidade de vida. “Tenho uma máquina de costura em casa, mas não sabia mexer. Então resolvi fazer o curso, pois acredito que é uma ótima oportunidade. Quero muito aprender, inovar, e quem sabe no futuro ter a minha própria confecção”, declarou entusiasmada.

 

Novo case

A presidente em exercício da Federação das Associações das Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Fampesc), Rose Dedekind, conheceu de perto o projeto no último dia 3 de março e ressaltou o impacto social do mesmo. “É mais um case de sucesso da AmpeBr feito com louvor. Sem dúvida por ser oferecido de forma gratuita não é algo que encontramos sempre. E esse incentivo é de grande valia, pois faz parte do associativismo e das micro e pequenas empresas”, avaliou.

Da mesma forma a diretoria da Uniasselvi, Simone Dalbosco, enalteceu a parceria com a AmpeBr, que só fortalece o projeto e traz resultados significativos. “Sem dúvida para a Uniasselvi é um momento ímpar. Cada vez mais precisamos de mão de obra qualificada e profissionais para o mercado de trabalho e nos sentimos muito sensibilizados para participarmos dessa parceria, pois sabemos que o projeto terá resultados muito positivos para ambas as instituições e para a comunidade”, comentou

 

Saiba mais

A duração do curso é de três meses e a capacitação é feita com material didático, aulas teóricas e práticas. Ao final do curso, todas os participantes que cumprem a frequência determinada, receberão um certificado.

O curso já está com todas as vagas preenchidas, entretanto interessados devem entrar em contato, através do telefone: (47) 9.8880-6320, para mais informações e para lista de espera.

Associados da AmpeBr, da área de confecção, que tenham interesse na contratação posterior das costureiras, também podem entrar em contato com a entidade, através do telefone (47) 3351-3811.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões