Audiência de Lula e Luciano Hang ganha data

Ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva e empresário Luciano Hang, proprietário da Havan, terão de se encontrar no dia 29 de junho deste ano. A juíza Anuska Felski da Silva, da 2ª Vara Cível de Navegantes, assinou a data para audiência de reconciliação entre os dois envolvidos. Isto, porque em dezembro do ano passado, Lula processou o empresário catarinense por danos morais.

Todavia, a audiência pode ser cancelada se ambas as partes recusarem expressamente, à Justiça, o interesse em fazer um acordo. Neste caso, o processo continuará a correr e a decisão caberá à justiça.  

No fim de 2019, Hang patrocinou aviões com faixas no Litoral do estado. Entre elas, haviam frases como “Lula cachaceiro devolve meu dinheiro”, “Lula ladrão seu lugar é na prisão” e “Melhor que o verão é o Lula na prisão”. A partir disso, os advogados do ex-presidente fizeram um pedido limiar para Hang ser impedido de exibir mensagens ofensivas ao petista. A alegação era de que o empresário ultrapassou os limites da liberdade de expressão e feriu a honra de Luiz Inácio. Além disso, era pedido que Hang fosse condenado a pagar R$ 100 mil de indenização.

Entretanto, a limiar foi negada em primeira instância, ainda no fim do ano. O ex-presidente recorreu ao Tribunal de Justiça do Estado (TJSC), mas a decisão foi mantida. Segundo o TJSC, se tratava de censura prévia, por Lula se tratar de uma figura pública e sujeita à críticas.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões