A rua que leva até a Usina de Asfalto, não tem asfalto, reclama morador

A Rádio Cidade foi procurada pelo morador do bairro Cedrinho, da Rua Guilherme Mello número 70, para relatar uma situação que eles vivenciam. Nazareno Cadore, morador desde 2008, solicitou a prefeitura para acertar a parceria na execução da pavimentação. Ele explica que uma reunião foi feita, mas a prefeitura não compareceu. “Os moradores na sua maioria concordaram em fazer o pagamento, só que por incrível que pareça o pessoal da secretária de obras não compareceu, e ai ficamos de mãos atadas, sem ter o que fazer. Já procurei o secretário de obras, mas nada é resolvido”, frisou ele.

Nazareno disse em entrevista à Rádio Cidade que os moradores pensaram em pagar a tubulação para adiantar o trabalho. “A gente até propôs pagar a tubulação e eles o asfalto, mas a gente vai até um ponto e ai depende deles. Queremos que a prefeitura venha e juntos possamos fazer isso, nós a nossa parte e eles a deles”, relatou.

A família morava em outro ponto da cidade, mas escolheu o local para residir pela calmaria, o que acabou mudando com o tempo. “Nos mudamos para cá porque era um lugar tranquilo, era, nossa rua não tinha saída, mas a Prefeitura veio, montou uma usina de asfalto aqui, e ai ligou a nossa rua com outro bairro”.

A esposa de Nazareno, a Carmem Cadore, afirmou que a sujeira é constante. “É muito difícil, não dá para deixar a casa aberta, quando chega sábado, a gente limpa e tem que fechar bem rápido, mesmo assim entra pó, é horrível”, salientou ela.

Finalizando Cadore disse que está cansando de procurar o poder público. “Todos os dias passam no mínimo dois caminhões da prefeitura, mas não pra molhar a rua ou algo do tipo, e sim pra ir pra usina de asfalto, ou para o horto Florestal. Estamos cansados de ir à procura do poder público e não sermos atendidos. E por incrível que pareça é a rua da Usina de Asfalto que não tem asfalto”, finalizou Nazareno.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Bandidos em duas motos assaltam mulher na beira rio

Uma mulher foi assaltada enquanto caminhava pela Avenida Beira Rio, região do Bairro Santa Terezinha, em Brusque. Ela foi rendida e teve o aparelho celular arrancado das mãos. O fato aconteceu por volta de 18h57 deste sábado (14). Mas os criminosos não tiveram muita sorte na fuga. De acordo com a Polícia Militar, eram bandidos que estavam em duas motocicletas e o crime só não foi consumado  porque um deles bateu contra um...
Continuar lendo...

“Duplica a nossa responsabilidade: manter a economia do país e os protocolos de higiene”

A Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) é uma das mais de 50 entidades do Estado que integram o movimento Reage Santa Catarina. Através dele foi possível avançar no diálogo com o governador, Carlos Moisés da Silva e permitir que alguns estabelecimentos retomem as atividades de forma parcial nesta segunda-feira, 30 de março. “Agora duplica a nossa responsabilidade enquanto empreendedores: manter a economia do país...
Continuar lendo...

Guabiruba inicia a retomada gradativa das atividades

Em reunião realizada pelo Comitê Gestor de Crise da Prefeitura de Guabiruba na manhã desta sexta-feira, 27, ficou definido que as atividades devem voltar ao normal de forma gradativa no município. Ao lado do prefeito em exercício Valmir Zirke, o prefeito Matias Kohler informou que Guabiruba deverá seguir os passos do plano de retomada das atividades econômicas publicado pelo Governo do Estado na noite de ontem. Em relação ao...
Continuar lendo...