"Drogômetro" vai detectar a presença de substâncias em motoristas

“Drogômetro” dispositivo similar ao bafômetro será testado nas rodovias federais do país. Nesta sexta-feira o Ministério da Justiça lançou o edital para teste do novo aparelho. A detecção de substâncias psicoativas será feita por meio de amostras de saliva.

Os testes deverão ser capazes de confirmar sensibilidade de, no mínimo, 75% em usuários ao volante após o consumo de oito substâncias: maconha (THC), cocaína (BZE), anfetamina, metanfetamina, anfepramona, femproporex, clobenzorex e metilenodioximetanfetamina (MDMA).

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas testará a eficácia dos equipamentos ao longo de 2020. Eles serão apresentados por empresas que cederão seus aparelhos gratuitamente para os experimentos. Neste período, os motoristas terão de autorizar a participação. Não haverá multa.

Após a fase experimental, os equipamentos serão regulamentados pelo Conselho Nacional de Trânsito e pelo Inmetro. Os que tiverem eficácia comprovada deverão ser utilizados em ações de fiscalização.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões