Mulher pagará indenização a médica por danos morais, em Brusque

Em 2019 uma médica estrangeira da Unidade de Saúde do Bairro Santa Rita, que fazia parte do Programa Mais Médicos foi vítima de racismo. Conforme o advogado da médica, uma mulher esteve na UBS pedindo um encaminhamento para um especialista da Policlínica. “A médica atendeu ela, e explicou, que para troca de receita, que é o que ela precisava, não era necessário encaminhar para especialista, e que ela mesma poderia fazer a receita e resolver o problema. Quando a médica foi carimbar as receitas a mulher alterada disse que ela era médica de fora, preta, cubana e que havia vindo para Brusque para nos lascar”, conforme o advogado a médica o procurou e ele deu entrada a uma ação na área civil por danos morais.

Na segunda-feira (18) foi homologado um acordo. Conforme o advogado a mulher ficou comprometida a pagar a quantia de R$ 5 mil por danos morais. “Nós também apresentamos a queixa-crime pelo crime de injuria racial, o Ministério o Público já se manifestou no sentido de ter fortes indícios do cometimento do crime de injúria racial, mas acredito que nos próximos meses teremos uma sentença penal condenatória, ainda importante ressaltar que a motivação maior de acionar o poder judiciário é para que situações infelizes como essa não se repitam ”, explicou ele.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Samu completa 14 anos de atuação em Brusque

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Brusque comemora 14 anos de implantação nesta sexta-feira (6). Nos últimos cinco anos foram realizados mais de 11 mil atendimentos, a maioria casos clínicos. Em média são realizados 300 atendimentos por mês. Atualmente o serviço conta com quatro condutores socorristas, quatro técnicos em enfermagem, uma enfermeira e um coordenador. A regulação...
Continuar lendo...

Bombeiros utilizam três mil litros de água para combater incêndio em Guabiruba

A guarnição dos Bombeiros foi acionada por volta das 9h41 deste sábado (29) na Rua Holstin, no bairro São Pedro, em Guabiruba. No local foi constado um incêndio em uma empresa têxtil. Na chegada os bombeiros foram informados pelo proprietário que tinha fechado as portas para isolar as chamas e além disso houve tentativas de combate às chamas por parte do proprietário e do seu filho, com uso de extintores, mas não se teve...
Continuar lendo...

Governador sanciona lei que reajusta o salário mínimo regional

O governador Carlos Moisés sancionou nesta quarta-feira, 4, a Lei Complementar nº 760 que reajusta o salário mínimo regional de Santa Catarina. Os pisos para a primeira, segunda, terceira e quarta faixas passam a ser, respectivamente, de R$ 1.215, R$ 1.260, R$ 1.331 e R$ 1.391. O aumento médio é de 4,96%. O reajuste é retroativo a 1º de janeiro de 2020, válido para categorias não abrangidas por acordos ou...
Continuar lendo...