Município de Ilhota decreta situação de emergência por causa da chuva

A forte chuva registrada ontem causou vários prejuízos em Ilhota. A cidade registrou o maior volume de chuvas do Vale do Itajaí e resultou no decreto municipal de situação de emergência.

De acordo com a Defesa Civil, mais de 1,2 mil casas foram alagadas. Os bairros mais atingidos foram Ilhotinha, Pedra de Amolar, Centro, Missões, Boa Vista, Minas e Vila Nova.

Caminhões e máquinas da prefeitura recolhem os materiais que se amontoam em frente às residências. Várias equipes estão mobilizadas no trabalho de limpeza e realizando visitas nas famílias que tiveram suas casas atingidas para realizar um levantamento dos estragos e prejuízos.

A prefeitura ainda não conseguiu contabilizar todos os danos. Além dos alagamentos, sete deslizamentos foram registrados em terrenos dos bairros Vila Nova, Barranco Alto, Baú Central e Pedra de Amolar. Quatro árvores caíram sobre casas.

Parte de uma rua do bairro Barranco Alto cedeu e está em meia pista. Obras de pavimentação terão de ser refeitas porque a chuva danificou a obra.

O prefeito Erico de Oliveira de Ilhota decretou situação de emergência já na quinta-feira (6). No ofício, detalhou que as chuvas intensas duraram 240 minutos, causando deslizamentos e apagão:

"Apagão e falta de comunicação via telefone e internet por aproximados quarenta minutos, trazendo danos e prejuízos diversos ao Poder Público, bem como à população".

Depois de levantar tudo o que os moradores perderam e mapear as obras afetadas pela água, a prefeitura definirá o que pode fazer para auxiliar a população e os novos investimentos necessários.

A Assistência Social disponibilizou um abrigo temporário em frente ao prédio da gestão municipal, no Centro. Porém, até o momento nenhum morador precisou do local.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Árvore caída na via impede passagem de veículos no bairro Guarani

Os Bombeiros de Guabiruba atenderam por volta das 17h21 deste domingo (08) uma ocorrência de árvore caída na via. O fato aconteceu na Rua Frederico Petruski, no bairro Guarani, em Brusque. No local, uma árvore nativa de grande porte estava caída em via pública obstruindo parcialmente a passagem de pedestres e veículos. A árvore possuía aproximadamente 15 m de altura e estava totalmente caída com projeção das...
Continuar lendo...

Jersinho ressalta a importância do grupo na vitória contra o Juventus

O Brusque FC venceu o Juventus por um a zero neste domingo (16) e com isso a equipe volta a liderança do Campeonato Catarinense 2020. O técnico Jerson Testoni, o Jersinho, destacou que já de conhecimento do grupo as dificuldades da partida, mas que era preciso vencer. “Sabíamos das dificuldades do jogo, o Juventus joga para frente também. São cinco jogos em 15 dias, não é fácil com um grupo pequeno, jogos de alto grau de...
Continuar lendo...

Tempo chuvoso no final de semana

O tempo continuará instável na região de Brusque neste final de semana. A previsão da Epagri/Ciram é de sol tímido, mas com pancada de chuva tanto no sábado (8) quanto no domingo (9). Ainda de acordo com a previsão, a temperatura mínima fica na casa dos 22 graus e a máxima chega a 35 graus no domingo. A instabilidade também segue em todas as áreas de Santa Catarina. Chove de forma isolada, principalmente...
Continuar lendo...