Família de Palhoça que está na China vai retornar ao Brasil

Família de Palhoça que está isolada na cidade de Wuhan na China, onde é considerado o epicentro de coronavírus recebeu uma notícias positiva nesta terça-feira (4).

Depois de apelo feito pela comunidade brasileira que vive no local, o governo federal brasileiro decidiu enviar um avião para buscar os interessados a voltar para país. Uma das determinações para o retorno é de que as pessoas que queiram voltar não apresentem os sintomas da doença.

Pablo Lassalle, de 44 anos, despediu-se da mulher e da filha em outubro do ano passado e imaginava que voltaria a vê-las no último domingo (26/01/2020). Não aconteceu. A mulher Zhang Hui, de 33 anos, e Isabela, de 1 ano e meio, partiram do Brasil com destino a Wuhan, para que a menina, brasileira, conhecesse pela primeira vez os parentes chineses. Acabaram “presas” na cidade, que se tornou o principal foco do coronavírus.

Mesmo em meio a uma pânico mundial, existem boas notícias. O número de pessoas que se recuperaram do coronavírus já é maior do que as mortes causadas pela infecção. Na tarde desta segunda-feira (03), 362 pessoas haviam morrido por causa da doença, mas 536 estavam totalmente recuperadas.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões