Incêndio em veículo na Limeira Baixa

Na manhã desta segunda-feira (13) por volta das 09h53 o Corpo de Bombeiros atendeu chamado na rua Rotary Clube, no bairro Limeira Baixa para atender um incêndio em veículo.

Ao chegar no local confirmou o incêndio em um Palio Weekend, placas de Brusque, de propriedade do E. L. W de 56 anos, totalmente consumido pelas chamas.

Com o auxílio do mangotinho foi controlado o incêndio e resfriado o veículo, utilizando para isso aproximadamente 2.000 litros de água, deixando em segurança aos cuidados do proprietário até a chegada do guincho que fará a remoção do mesmo para o pátio de uma oficina.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Segundo caso de sarampo é confirmado em Brusque

 O setor de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde recebeu na manhã desta quarta-feira (15) a confirmação de mais um caso de Sarampo em Brusque. Este é o segundo em menos de uma semana, após a cidade não registrar a doença por mais de vinte anos. A paciente, uma jovem de 18 anos, moradora do bairro Rio Branco, apresentou os primeiros sintomas no final de novembro do ano passado, onde já foi medicada e...
Continuar lendo...

Homem é enquadrado na Lei Maria da Penha

Na madrugada deste domingo (26) por volta das 01h30 o Centro de Operações da Polícia Militar de Brusque (Copom) recebeu uma ligação em que uma mulher solicitava auxílio pois havia sido agredida pelo seu companheiro. No local a guarnição da PM conversou com a mulher na qual relatou que seu companheiro lhe tomou o seu celular e a agrediu. A vítima para se defender do agressor correu para casa de sua cunhada pedindo por ajuda, e que...
Continuar lendo...

Família de Delfim perde ação contra Federação Catarinense de Futebol

Os herdeiros do ex-presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua Peixoto Filho, morto no desastre aéreo em 2016 com a delegação da Chapecoense, vão ter que pagar um milhão de reais de honorários advocatícios. Isso porque eles entraram na justiça para caracterizar vínculo empregatício, exigindo R$20 milhões da FCF, e perderam a ação. Delfim foi eleito presidente da Federação em 1986. Foi contratado para exercer também a função de superintendente, com...
Continuar lendo...