Reabertura da Ponte Hercílio Luz atrai 50 mil pessoas nesta segunda-feira

Assim como naquela tarde de 13 de maio de 1926, quando foi aberta ao tráfego pela primeira vez, a Ponte Hercílio Luz voltou a ser o centro das atenções na segunda-feira (30). O monumento mais emblemático de Santa Catarina está novamente acessível para cidadãos e visitantes, após 28 anos de interdição total. Obra de arquitetura única, a restauração do cartão-postal chegou ao ápice nesta manhã, com a reabertura da estrutura, quando uma multidão de cerca de 50 mil pessoas atravessou a ligação mais antiga entre Ilha e Continente.

Por volta das 11h, quando o acesso foi liberado, milhares de pessoas puderam ocupar a estrutura, em um momento emocionante. Anfitrião do ato de reabertura, o governador Carlos Moisés destaca que, mais do que ajudar na mobilidade urbana da região da Capital, o retorno da Hercílio Luz representa um aumento da autoestima da população do estado, que finalmente sentirá o benefício de uma obra que se arrastou por anos a fio.

“Eu sinto um orgulho imenso de fazer essa reentrega de um monumento tão admirado não apenas no nosso estado, mas em todo o Brasil. Essa entrega não é uma obra deste Governo ou das gestões anteriores. Essa é uma obra do povo catarinense. Assim como eu, diversos moradores cresceram atravessando essa ponte, que representa Santa Catarina. O papel dessa estrutura vai além da mobilidade. A Hercílio Luz é um símbolo que hoje retorna à população e vai ajudar e muito nos deslocamentos entre a Ilha e o Continente”, destaca o governador.

Desde o início desta gestão, uma série de entraves burocráticos foram vencidos para entregar a Ponte Hercílio Luz dentro do prazo estabelecido pelo governador quando assumiu o Governo do Estado. Cerca de 30% da obra será executada em 15 meses, num ritmo mais rápido do que nos anos anteriores.

Embora já seja possível passear pela estrutura, o desenho original da Velha Senhora só retornará em sua totalidade em março de 2020, quando termina o contrato com a empresa portuguesa Teixeira Duarte, responsável pelos trabalhos. Até lá, serão retirados os suportes inferiores, que se transformarão em kits de transposição – pequenas pontes de até 12 metros a serem instaladas no interior do estado.

Para comemorar a reabertura, o Governo do Estado promove sete dias de eventos esportivos, gastronômicos e culturais. Durante a semana, pedestres e ciclistas poderão circular pelo monumento e aproveitar as atrações gratuitas. A cerimônia de abertura ainda teve o desfile de 172 veículos antigos, que passaram por cima da Ponte, puxados pelo Fusca do governador.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Governo do Estado de Santa Catarina

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões