Parque da Esculturas. Uma atração brusquense aberta todos os dias do ano

Destino obrigatório de moradores e turistas. O Parque das Esculturas Ilse Teske, localizado no bairro Mont Serrat em Brusque, as margens da Rodovia Antônio Heil, a poucos metros do Pavilhão da Fenarreco, é uma excelente opção de passeio em especial nos feriados e folgas do final de ano. Aberto todos os dias do ano, sempre entre 9h e 21h, sem cobrança de ingresso, é considerado o maior do gênero a céu aberto da América do Sul. 

Possui em seu acervo 40 obras esculpidas em mármore, de autoria de artistas de várias partes do mundo, incluindo peças de Oscar Niemeyer, considerado o principal arquiteto brasileiro do século passado, que projetou Brasília e, também, do renomado artista plástico Amílcar de Castro. Ainda é possível encontrar um dos últimos trabalhos do Giò Pomodoro, um dos mais brilhantes escultores italianos de todos os tempos. 

Em uma área de aproximadamente 23 mil metros quadrados, o visitante pode circular  livremente pelo parque, fazendo seu próprio roteiro, além de fotografar e apreciar as esculturas. Não é raro encontrar pessoas que aproveitam os dias agradáveis e fazem piqueniques ao ar livre, ou simplesmente ficam apreciando a natureza entre os gramados. 

Segundo o Diretor de Turismo da Prefeitura e responsável pela atração, Ivo Marqui, o Parque interage com todos os atrativos da cidade, sejam quem procura Brusque pelas compras, gastronomia, zoológico ou ainda, está visitando familiares. “A proposta de manter o local aberto, todos os dias, facilita o acesso e possibilita mostrar nossa vocação cultural, artística e turística, mostrando que aqui, nós também temos uma sensibilidade pela arte”, comenta. 


Brusque, a Cidade das Esculturas

A criação do parque remonta ao ano de 2001, quando a cidade recebeu o 1º Simpósio Internacional de Esculturas, evento se manteve até o ano de 2007. Neste período, Brusque teve a presença de renomados escultores que projetaram mais de 100 obras de artes. 40 delas, estão expostas no Parque Ilse Teske. Espalhadas em praças, logradouros e outros pontos turísticos, outras 60 esculturas completam a vocação brusquense de valorização das esculturas. O local foi aberto oficialmente ao público em 2014.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões

Vigilância em Saúde monitora caso de escorpião no bairro Primeiro de Maio

O Departamento de Vigilância em Saúde da Cidade de Brusque está em alerta após o aparecimento de um escorpião no bairro Primeiro de Maio. Um morador precisou ser hospitalizado após sofrer uma picada no interior de sua residência. A suspeita é que seja um filhote da espécie Tityus Serrulatus, conhecido popularmente como escorpião amarelo. O aracnídeo foi recolhido e será encaminhado para o Laboratório...
Continuar lendo...

Dois homens são presos por tráfico de drogas no bairro Jardim Maluche

Na terça-feira (11), por volta de 00h03min, no bairro Jardim Maluche, a Polícia Militar recebeu informações a respeito de um veículo que estaria transportando cocaína em seu interior e transitando no bairro, uma guarnição localizou o respectivo automóvel e realizou a abordagem, no interior do carro foi encontrada grande quantidade de invólucros de cocaína pronta para comercialização, além de...
Continuar lendo...

Verão exige mais cuidados com a proliferação do mosquito da dengue

O aumento do calor e das chuvas contribui para a formação do cenário ideal para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, zika e chikungunya.  Além disso, 2020 começou com 97 municípios catarinenses considerados infestados pelo inseto. O gerente de zoonoses da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, João Fuck, ressalta que é preciso redobrar os cuidados. “É...
Continuar lendo...