Botuverá não recebeu proposta do Hospital Azambuja

O prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi, disse durante entrevista ao Rádio Revista Cidade na manhã desta sexta-feira (13) que o município não foi procurado ou que tenha recebido algum tipo de proposta do Hospital Azambuja solicitando ajuda financeira para continuidade no atendimento da população botuveraense.

Neni Colombi afirmou que para ocorrer o repasse financeiro do município a unidade hospitalar é preciso haver uma questão legal. De maneira técnica, Colombi, que já foi presidente da AMMVI (Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí) enfatiza que o Hospital Azambuja, não pertence à prefeitura de Brusque, ou de Guabiruba, e Botuverá, mas sim é uma instituição filantrópica, onde presta atendimento para toda região, e recebe por este serviço contratado.

Colombi explica que os recursos advindos do Ministério da Saúde não são depositados diretamente para unidade hospitalar, mas sim direcionados para a prefeitura de Brusque através da Secretaria Municipal de Saúde, que posteriormente repassa os valores para o hospital, que ao assumir a chamada Gestão Plena de média complexidade, e portanto é obrigado a atender a população da nossa região. Ainda de acordo com Colombi para que o hospital receba recursos dos municípios existe uma questão legal, ou seja, hoje juridicamente isto não é possível.

O prefeito disse que Botuverá, assim como Guabiruba não se abstém de contribuir financeiramente com o hospital, os prefeitos de ambos os municípios estão cientes da importância da prestação de serviço para a população, só que para que este repasse aconteça é preciso dialogar e encontrar uma forma legal que isto possa acontecer.

Confira a entrevista na íntegra:

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões